FISCALIZAÇÃO

Avança contratação de empresa para ampliar número de radares

Por André Thieful |
| Tempo de leitura: 2 min
Arquivo/JP
Os equipamentos serão para controle de velocidade, controle de restrição veicular, avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre
Os equipamentos serão para controle de velocidade, controle de restrição veicular, avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre

A Prefeitura de Piracicaba realizou na terça-feira (11) a abertura dos envelopes do pregão para contratação de empresa que vai ampliar e gerenciar o sistema de fiscalização de trânsito por meio de radares.

Leia também:

Quatro empresas participaram da concorrência e o consórcio Pira Segura venceu a fase de lances ao oferecer o serviço por R$ 10,5 milhões, R$ 1,2 milhão abaixo do que previa o edital. Apesar de oferecer a melhor a oferta, a licitação não está encerrada. Haverá agora análise da qualificação econômica e financeira e documentação técnica para posterior habilitação. A empresa também será chamada para teste em escala real. Por esse motivo, a sessão foi suspensa.

O QUE PREVÊ

A licitação prevê a ampliação para 50 o número de equipamentos de fiscalização de trânsito na cidade, 22 a mais dos que os atuais 28 locais. Na justificativa para a contratação, a Semuttran (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transporte) afirma que os radares permitem uma fiscalização do trânsito eficiente para inibir comportamentos imprudentes e infrações. “Com esses dispositivos, teremos acesso a dados em tempo real que nos permitirão ajustar semáforos e sinalizações de maneira precisa, melhorando, assim, a mobilidade urbana e a qualidade de vida de nossos habitantes”, traz a justificativa que consta no memorial descritivo do edital.

Os equipamentos serão para controle de velocidade, controle de restrição veicular, avanço de sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestre. Atualmente, o município possui frota de mais de 348 mil veículos registrados, sem contar veículos não registrados e os de passagem. “Em comparação a outros municípios com frota e características equivalentes, estamos com o número de dispositivos de fiscalização abaixo da média implantada. Por isso, a fiscalização eletrônica, somada às operações da secretaria, forças policiais conjuntas e campanhas de educação no trânsito, contribuem para um trânsito mais seguro”, afirma a secretária municipal de Trânsito e Transportes, Jane Franco de Oliveira.

O sistema deverá, ainda, permitir o acompanhamento de fluxo de tráfego, com registros individuais de passagem dos veículos e coleta de dados em tempo real, coleta de dados contínua. Além disso, o detector de velocidade deverá registrar a data, hora, minuto, velocidade e porte veicular de todos os veículos que passam pelas faixas da seção monitorada. Na imagem ao lado é possível consultar os locais onde os equipamentos serão instalados. A listagem, porém, contempla locais onde, atualmente, há equipamentos de fiscalização de trânsito em operação.

Veja onde ficarão os novos radares

Comentários

Comentários