SUPERLOTAÇÃO

Penitenciária de Franca tem 58% mais presos que a capacidade máxima

A unidade abriga detentos em regime semiaberto, provisórios e condenados.

Por Pedro Baccelli | 11/02/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Redação
Sampi/Franca

Arquivo/GCN

Fachada da penitenciária de Franca, no bairro City Petrópolis
Fachada da penitenciária de Franca, no bairro City Petrópolis

Dados divulgados pela Secretaria de Administração Penitenciária apontam superlotação na penitenciária de Franca. Projetada para abrigar até 751 detentos, os números revelam que a população carcerária ultrapassa em 58,8% a capacidade máxima, chegando a 1.193 presos na última quinta-feira, 8.

Segundo a pasta ligada ao Governo do Estado de São Paulo, os presos são incluídos por tipificação penal, condenação e grau de periculosidade. O presídio abriga 86 detentos em regime semiaberto, 341 provisórios e 860 condenados. Não foram informados os crimes predominantemente cometidos para a detenção deste público.

Localizada na avenida Sidney Romeu de Andrade, no bairro City Petrópolis, a unidade da zona Norte de Franca, conta com dois pavilhões de trabalho e serviços externos, além de seis salas de ensino regular para comportar a população carcerária. A SAP não informa o número de agentes trabalhando por questão de segurança.

A superlotação no sistema prisional não é exclusividade de Franca. Ainda na região, a capacidade é de 865 detentos na penitenciária de Ribeirão Preto. Limite que foi superado pelas 1.286 pessoas que estão aguardando julgamento ou cumprindo penas no município vizinho.

Aumento da criminalidade
A superlotação vem ao encontro do aumento da criminalidade em Franca. Em matéria publicada pelo Portal GCN/Rede Sampi no dia 26 de janeiro, com dados da Secretaria de Segurança Pública, os casos de latrocínio, roubo de veículo, estupro e homicídio dispararam em 2023 comparado com 2022.

Leia mais:

Violência dispara em Franca: 25 pessoas foram assassinadas em 2023

As estatísticas mostram que 15 pessoas foram assassinadas na cidade em 2022, enquanto em 2023 foram 25. Com 47,5% de aumento, a disparada do estupro também chama a atenção ao pular de 80 casos em 2022 para 118 em 2023 – em média, uma pessoa foi estuprada a cada três dias na cidade.

O latrocínio, roubo seguido de morte, vitimou uma pessoa no último ano, algo que não acontecia desde 2018. Já o roubo de veículos fecha o levantamento saltou de 85 casos para 99.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

8 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Mariza
    15/02/2024
    Existem algumas prisões-modelo no Brasil. Ex.: Centro Penal Agro-Industrial da Gameleira, Mato Grosso do Sul; o modelo APAC ( Associação de Proteção e Amparo aos Condenados ), que funciona em mais de 30 unidades em Minas gerais e no Espírito Santo e etc. etc. etc. Há que se ter disposição e sensibilidade, para se investir em prisões que ressocializam e reintegram o preso na sociedade ...
  • Anesio Borges
    12/02/2024
    Se eles estão lá então não estava na capacidade máxima.
  • Francaninho
    12/02/2024
    Reflexo de leis frouxas e governantes que estão pouco se lixando pra população. E se o Alexandre for reeleito nossa cidade piorarará ainda mais ! Governo que passa a mão na cabeça de nóia, mendigo e ladrão...é lamentável.
  • Rafael
    12/02/2024
    se tem 58% a mais é porque cabe e cabe ate mais! ????
  • Wilson Silva
    11/02/2024
    Dá um jeitinho de apertar mais um pouco aí, porque o que têm de bandidos aqui fora, si a justiça resolver prender todos os que são pegos roubando e assaltando todos os dias na cidade, vão ter que fazer mais umas 3 unidades iguais ao CDP atual.
  • André
    11/02/2024
    se tem 1193 é pq cabe isso tudo, parem de defender bandido
  • Guijermo
    11/02/2024
    Todos sabemos qual é a solução, mas vocês não estão preparados para esta conversa. Bandido bom é bandido...
  • Paulo silva
    11/02/2024
    Qual a média dessa população carcerária? Se tiveram entre 20 e 40 anos na sua maioria.... Lembre se que o estado errou nos cuidados e educacao