FUTEBOL

Neymar em jogo do Flamengo tem 'flerte', pé no chão e encanto

Por Igor Siqueira e Luiza Sá | da Folhapress
| Tempo de leitura: 3 min
Reprodução/Instagram
Neymar postou uma foto usando a camisa - agora antiga - de Gabigol, com o número 10 nas costas.
Neymar postou uma foto usando a camisa - agora antiga - de Gabigol, com o número 10 nas costas.

A foto tirada do helicóptero, com a visão aérea de um Maracanã rubro-negro, antecipava a noite que viria. Neymar e Flamengo é uma relação que se estreita aos poucos, misturando no jogo contra o Grêmio um certo "flerte" por parte do jogador e os pés no chão, por ora, no lado da diretoria.

Neymar sacar o celular do bolso durante o segundo tempo, registrando os cantos da torcida após o Flamengo abrir 2 a 0, é a cena que explica a declaração à FlaTV, instantes antes, em um dos camarotes. "O Flamengo é o meu segundo time do coração", disse ele, citando o Santos em primeiro.

Inclusive, o próprio Neymar lembrou que já disse ter vontade de jogar no Flamengo um dia. Esse "flerte" durante as férias começou ao longo da semana, quando o craque postou uma foto usando a camisa - agora antiga - de Gabigol, com o número 10 nas costas.

No Maracanã, ele ganhou a versão atualizada, com a 99. De todo modo, seria uma antecipação do futuro? Neymar recorreu ao "seria um prazer", mas "ninguém sabe" se efetivamente isso acontecerá.

Aos 32 anos, Neymar tem contrato com o Al Hilal até meados de 2025. Não é segredo que as cifras são estratosféricas. Por esse quadro, o vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, tentou conter uma eventual euforia pela presença do craque no estádio e as declarações de amor que vieram dele.

"Não tem relação estreitando. Acho que qualquer jogador do tamanho dele seria sempre bem-vindo aqui, mas o Neymar tem contrato ainda longo onde ele está. Nesse momento, é muita loucura pensar em contratação, é até injusto a gente chegar e fazer qualquer brincadeira em relação a isso. Agora, estamos muito felizes com a visita dele", disse Braz.

Durante o jogo, Neymar não teve reações espalhafatosas aos gols do Flamengo. Mas aplaudiu e não escondeu a torcida. Quando David Luiz acertou o travessão em uma cabeçada, Neymar até repetiu o movimento no camarote.

O meia-atacante, inclusive, assinou várias camisas enquanto esteve lá e acenou para diversos torcedores que gritavam o seu nome.

Após a vitória, Neymar foi ao vestiário do Flamengo. Algo que, segundo Marcos Braz, "a vitória possibilitou". Lá, papo com jogadores do elenco. Neymar até mostrou para David Luiz como estava o joelho.

Segundo Léo Ortiz, "a molecada ficou toda boba no vestiário tirando foto com ele". Os jovens do elenco fizeram fila para tirar foto com o jogador. Lorran, Matheus Gonçalves e Rayan Lucas imediatamente compartilharam nas redes sociais.

Com Tite, um reencontro que remete aos seis anos de passagem pela seleção brasileira.

"Eu posso dizer o quão respeitosa foi sempre a relação com o Neymar em todo o tempo de trabalho. De lealdade que nós tínhamos, falando as coisas certas e erradas um para o outro. E o quanto ele foi receptivo a todos os atletas e principalmente aos jovens quando chegavam à seleção", lembrou o treinador, na coletiva.

A presença de Neymar animou os jogadores, que já estavam de olho na movimentação dele nas redes sociais nos dias anteriores.

"É um ídolo mundial que vem ver um jogo nosso. Chama a atenção, vimos como a torcida ficou. Ficamos felizes de mostrar uma boa atuação não só para ele, mas para a torcida", completou Léo Ortiz.

Curiosamente, Neymar tem Gabigol como ponto de contato mais próximo no elenco atual do Flamengo. Mas se o contrato de um com o Al Hilal termina no meio de 2025, o do outro, no Flamengo, acaba já em dezembro de 2024. Ou seja, pode até rolar um desencontro.

Comentários

Comentários