CAIU A CASA

Com carro do patrão, homem passou três dias em motel

Homem sumiu sábado, após sair com o veículo para comprar gás; nesta terça-feira, ele apareceu e disse à polícia que tinha sido sequestrado. Depois, confessou o crime

Por Da Redação | 15/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
redacao@jpjornal.com.br

Imagem ilustrativa

Homem ficou 3 dias no motel com carro do chefe e forjou sequestro
Homem ficou 3 dias no motel com carro do chefe e forjou sequestro

'Curtindo a vida adoidado', versão só para maiores.

Esta é a história em cartaz de um caso que está sendo investigado pela Polícia Civil. Um homem teria pegado o carro do patrão e passado três dias em um motel em São José dos Campos, segundo a investigação, consumindo entorpecentes. Para tentar se justificar, ele simulou o próprio sequestro. No entanto, o final para ele não foi nada feliz.

O caso foi revelado na última terça-feira (14). O homem sumiu no último sábado (11), após sair com o carro do patrão para comprar gás no bairro Alto da Ponte, na região norte de São José. Nesta terça-feira (14), ele apareceu e contou aos policiais e aos familiares que teria sido sequestrado por dois homens encapuzados, que queriam extorquir dinheiro da mãe dele.

Os supostos criminosos o teriam abandonado na Rodovia dos Tamoios, próximo ao trecho de Jambeiro, quando ele conseguiu voltar para casa. A Polícia Civil achou o relato muito suspeito e foi investigar. Imagens de câmeras de monitoramento mostraram o homem dirigindo o carro na rodovia. O celular dele também foi rastreado e a localização durante o período do suposto sequestro não bateu com o local informado por ele.

Confrontado pelos policiais, o homem confessou que inventou a história porque sumiu com o carro do patrão. A polícia alega que ele ficou três dias sozinho em um motel, usando drogas. O rapaz vai responder por falsa comunicação de crime. O caso segue sendo investigado.

Clique para receber as principais notícias da cidade pelo WhatsApp.

Siga o Canal do JP no WhatsApp para mais conteúdo.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.