BLINDAGEM

Câmara de São José dos Campos barra três pedidos de informação sobre a área da saúde

Com a rejeição dos requerimentos, Prefeitura de São José dos Campos não é obrigada a fornecer os dados para o Legislativo

Por Sessão Extra | 11/04/2024 | Tempo de leitura: 1 min
São José dos Campos

Flavio Pereira/CMSJC

Plenário da Câmara de São José dos Campos
Plenário da Câmara de São José dos Campos

Requerimentos
Com votação decisiva da base aliada ao governo Anderson Farias (PSD), a Câmara de São José dos Campos rejeitou nessa semana três requerimentos da oposição que solicitavam informações da Prefeitura relacionadas à saúde. Os pedidos receberam apenas nove votos favoráveis.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp

Dengue
Em um dos requerimentos, o vereador Roberto Chagas (PL) indagava como a Prefeitura tem agido quando recebe denúncias de moradores sobre possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue.

Medicamento
Em outros dois requerimentos, o vereador Dr. José Claudio (PSDB) solicitava informações sobre a compra de um medicamento para hipertensão arterial (Alfa Metildopa Sesquilh) e perguntava por que esse remédio tem sido distribuído a pacientes da rede municipal, já que segundo o parlamentar - que é médico - seria ineficaz.

Blindagem
A rejeição de requerimentos é uma forma de blindar o governo Anderson, já que esse tipo de documento deve ser respondido obrigatoriamente em 15 dias quando aprovado em plenário. Com a rejeição, a Prefeitura não é obrigada a responder à Câmara.

Balanço
No ano passado, a base aliada ao governo Anderson na Câmara barrou 182 requerimentos que cobravam informações da Prefeitura.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.