CIDADES INTELIGENTES

Região apresenta avanços da tecnologia em prefeituras

A proposta visa a avançar em direção a uma sociedade economicamente mais sustentável

11/04/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Redação

Divulgação/Prefeitura de Araçatuba

Autoridades se reuniram para propor e avaliar ideias de melhorias
Autoridades se reuniram para propor e avaliar ideias de melhorias

Acabar com as filas para atendimento em serviços públicos, monitorar ruas por meio de câmeras com inteligência artificial e dar fim à burocracia para renegociar impostos e abrir uma empresa. Estas foram algumas das ideias apresentadas nesta quarta-feira (10) por prefeitos e representantes da região que participaram do Fórum Regional Cidades Inteligentes, Resilientes e Sustentáveis, em Araçatuba. O evento ocorreu no auditório do Sest/Senat e contou com a presença do vice-governador de São Paulo, Felício Ramuth.

O objetivo central do encontro foi impulsionar o desenvolvimento de cidades inteligentes no estado de São Paulo, em parceria com o Governo Estadual, pautado nos pilares de inteligência, sustentabilidade e resiliência. Vários prefeitos apresentaram os resultados de projetos já implementados. O Araçatuba Digital, que oferece todos os serviços públicos de forma online, foi um dos casos apresentados. Dracena apresentou a queda da violência por causa do monitoramento.

A proposta visa avançar em direção a uma sociedade economicamente mais sustentável, socialmente inclusiva e ambientalmente responsável, por meio da inovação tecnológica e criatividade, inserindo-se na era da transformação digital e com o compromisso de elevar a qualidade de vida da população.

O vice-governador Felício Ramuth enfatizou que "uma cidade inteligente é uma cidade que cuida de gente." Ele defendeu os investimentos em melhorias nos serviços públicos, ressaltando os avanços que o governo estadual tem promovido nesse sentido.

Por sua vez, o prefeito Dilador Borges destacou que "muitos prefeitos acreditam que é preciso um grande investimento financeiro para tornar as cidades mais conectadas, mas não é assim." Ele exemplificou com a experiência de Araçatuba, afirmando que o retorno é praticamente imediato e mencionou que o município economizou R$ 12 milhões no primeiro ano de adoção do programa Araçatuba Digital. Segundo ele, "não é um gasto, mas um investimento que traz economia, eficiência e rapidez ao serviço público, proporcionando melhorias na vida dos cidadãos."

O secretário Laerte Rocha ressaltou que "uma cidade mais inteligente e conectada contribui para a melhoria de todos os serviços, impulsionando setores como indústria, comércio e turismo."

Já o CEO do ISCBA, Leopoldo Albuquerque, reforçou o compromisso da instituição em tornar todas as cidades, independentemente do tamanho, acessíveis ao processo de se tornarem inteligentes. Ele enfatizou que "cada município tem suas demandas e pode avançar, até os menores podem fazer progressos."

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.