BARBARIDADE

Chacina: mãe e três filhas são assassinadas e corpos são encontrados nus em casa

Autor do crime foi encontrado e confessou; vítimas foram encontradas mortas e nuas.

Por Da Redação | 28/11/2023 | Tempo de leitura: 2 min
Jornal de Piracicaba

Reprodução

Uma mãe e três filhas - de 19, 13 e dez anos, foram encontradas mortas e nuas em casa. O suspeito, que é um pedreiro que trabalha em uma construção próxima à casa onde o crime aconteceu, teria degolado as três vítimas e, em seguida, estuprado os corpos. Ele confessou o ataque. As vítimas foram identificadas como Cleci Calvi Cardoso, de 45 anos, Miliane Calvi Cardoso, 19 anos, Manuela Calvi Cardoso, 13 anos, e Melissa Calvi Cardoso, 10 anos.

O crime aconteceu na cidade de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, no Mato Grosso. Cleci, proprietária de uma empresa de prestação de crédito, e Miliane, estudante de agronomia em uma faculdade local, eram mãe e filha mais velha, respectivamente. As filhas mais novas, Manuela e Melissa, compartilhavam um canal no YouTube onde abordavam temas sobre o amor entre irmãs.
O pai das meninas, que trabalha como caminhoneiro e estava fora da cidade no momento do crime, deve retornar a Sorriso ainda hoje. Um conhecido da família relatou que Cleci era uma mãe exemplar e que lutou incansavelmente para proteger suas filhas.

A irmã da vítima foi quem descobriu a tragédia, ao perceber a ausência das quatro dentro de casa. As quatro vítimas foram encontradas sem vida, apresentando marcas de ferimentos causados por faca e cortes profundos nos pescoços.

A tragédia abalou não apenas a família, mas também a comunidade local. Miliane, líder de turma e querida na faculdade, deixou colegas e professores consternados. Um amigo de Miliane a descreveu como uma jovem inicialmente tímida, mas que se revelava engraçada e afetuosa com seus amigos.
O delegado Bruno França Ferreira afirmou que o caso está sendo tratado como feminicídio. O suspeito, funcionário de uma obra próxima à residência das vítimas, foi preso na manhã desta segunda-feira. O indivíduo, que já tinha dois mandados de prisão por outros crimes, incluindo estupro, confessou o ataque perpetrado da sexta-feira para o sábado. A casa das vítimas apresentava sinais de arrombamento, e as vítimas foram encontradas nuas.

Clique para receber as principais notícias da cidade pelo WhatsApp.

Siga o Canal do JP no WhatsApp para mais conteúdo.

3 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Brunno costa Antunes
    30/11/2023
    EM poucos meses estará solto para matar novamente é o governo do PT.... O governo onde a vítima é sacrificada para que o sistema continue ganhando dinheiro com advogados, juízes, promotores, mídia sensacionalista e etc....
  • José Mario de Oliveira
    30/11/2023
    É doloroso tomar conhecimento de crimes tão abomináveis! Pior é saber que o autor tem na sua folha corrida, acusação de estupro. Solto e convivendo na comunidade como cidadão de bem, tira a vida de quatro mulheres e vilependia seus corpos. Quando o Estado será responsabilizado em deixar livre um crimnoso, o que parece ser uma prática imoral em nosso País.
  • Lucia
    28/11/2023
    Se o indivíduo já foi acusado de estupro porque estava solto. As leis do Brasil são muito falhas. Esse é um crime hediondo não pode soltar: prisão perpétua. Agora ele além de estuprador é assassino, que não seja solto nunca mais.