Rodrigo Garcia

Agricultura de SP ganha força com regularização de terras

Por Rodrigo Garcia é governador de São Paulo | 21/07/2022 | Tempo de leitura: 3 min

É com grande satisfação que, como novo governador de São Paulo, anuncio um dos maiores avanços no marco legal paulista para toda a agricultura de nosso estado, atendendo desde o pequeno, médio e os grandes agricultores. Com aprovação dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa, estamos sancionando o novo Programa Estadual de Regularização de Terras.

É uma conquista histórica para todo o estado, com impacto imediato no presente e no futuro das regiões rurais. Uma demanda de mais de 50 anos que vira realidade em prol de toda a agricultura paulista. Para mim, que sou do interior e cresci entre o campo e a cidade, é pessoalmente gratificante ser o governador que está colocando em prática uma iniciativa construída a muitas mãos, reunindo líderes sérios e comprometidos com São Paulo. 

Com a nova legislação, o Governo do Estado assegura autorização para celebrar acordos judiciais ou administrativos para ampliar a regularização fundiária. Na prática, a medida vai facilitar a posse de terras, agora legalizadas, a quem garante a força e o progresso no campo. A nova permissão vale para todas as terras públicas desocupadas com mais de 15 módulos fiscais.

A partir de agora, a alienação das terras será feita mediante análise, medição e demarcação da Fundação Itesp, reconhecidamente uma das instituições públicas mais comprometidas com os produtores rurais. E os recursos arrecadados com a alienação onerosa serão investidos em novas políticas públicas de saúde, educação e desenvolvimento social e econômico, priorizando os municípios onde houver a regularização fundiária.

Sem dúvida, é uma medida importante de um governo que reconhece e apoia a força do agronegócio paulista e que atua em benefício de toda a comunidade do campo. O Programa Estadual de Regularização de Terras traz mais segurança jurídica a todo o setor, beneficiando produtores e empresários do agro que impulsionam as economias regionais com a possibilidade de reativação de frigoríficos, laticínios, curtumes, grupos de insumos agropecuários e agora têm este apoio para trabalhar com tranquilidade.

A iniciativa do Governo de São Paulo também amplia a competitividade do agronegócio e vai gerar mais empregos nas propriedades rurais. É uma conquista histórica especial para o Pontal do Paranapanema, democratizando o acesso a terras devolutas com regras claras e evitando conflitos no campo.

A facilidade para garantir a titularidade das terras dá mais segurança financeira a todos os produtores, uma vez permite a ampliação de investimentos e acesso a crédito rural. Ganha quem produz sob sol e chuva e ganha também toda a população com uma agroeconomia cada vez mais diversificada e pujante.

O agronegócio de São Paulo é forte porque sabemos que o produtor rural é um dos alicerces de nossa economia. São homens e mulheres do campo que garantem não só a comida na mesa de todas as famílias de São Paulo, mas colocam nosso estado como referência mundial de produção agropecuária ambientalmente sustentável e financeiramente lucrativa.

A todos aqueles que movem o agro paulista para a frente, deixo o meu compromisso pessoal de parceria e trabalho conjunto. É São Paulo unido no campo e na cidade em benefício de todo o Brasil.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do SAMPI

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.