MORTES EM CONFRONTO

Em 30 horas, três jovens morrem em confronto com a PM no Vale

Casos ocorreram em Lorena, São José dos Campos e Caçapava, entre a tarde de quinta (9) e a noite de sexta (10); famílias das vítimas reclamam de violência policial

Por Da redação | 14/05/2024 | Tempo de leitura: 3 min
São José dos Campos

Reprodução

Michel Cruz (esq.) e Luiz Antonio Custodio Lemes
Michel Cruz (esq.) e Luiz Antonio Custodio Lemes

Três jovens entre 19 e 21 anos foram baleados e mortos em confronto com a Polícia Militar num intervalo de 30 horas, no Vale do Paraíba.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp.

Os casos ocorreram em Lorena, São José dos Campos e Caçapava, entre a tarde de quinta-feira (9) e a noite de sexta (10). As famílias das vítimas reclamam de violência policial.

Michel Cruz, 21 anos, morreu no domingo (12), em São José, após ter sido baleado por um policial militar durante operação realizada no condomínio Colônia Paraíso 2, no bairro Parque dos Ipês, na zona sul da cidade, na última quinta.

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo, o policial reagiu para se defender de ataque perpetrado pelo homem. A família de Michel nega essa versão, dizendo que o jovem foi vítima de violência policial.

“Sou mãe do Michel Cruz assassinado covardemente por dois policiais bandidos, dois bandidos que entraram em um condomínio. Eles perseguiram e caçaram meu filho como se fosse um animal”, disse Rosicleide Cruz Bispo de Jesus, mãe de Michel, em vídeo gravado ao lado do caixão do jovem.

“O meu filho foi assassinado à queima roupa com a mão para cima. Estou com ódio porque pessoas estão mentindo dizendo que foi troca de tiro. Estou com ódio. Não estou de luto”, afirmou.

 “Um acompanhamento foi iniciado e, na tentativa de abordagem, os policiais foram hostilizados por moradores, tendo as motocicletas danificadas. Um dos envolvidos atacou um policial, que interveio. Ele foi baleado e socorrido ao Hospital da Vila Industrial”, afirmou a SSP.

A pasta informou que um IPM (Inquérito Policial Militar) foi instaurado para apurar as circunstâncias dos fatos. A ocorrência foi registrada pela Polícia Civil.

LORENA

Também na quinta-feira, em Lorena, Luiz Antonio Custodio Lemes, 20 anos, morreu em confronto com a tropa de choque da Polícia Militar.

Os policiais foram averiguar denúncia de tráfico de drogas no bairro Cecap, por volta de 14h30, quando visualizaram dois homens que correram para dentro de um prédio.

De acordo com o boletim de ocorrência, um homem tinha sido avistado correndo em direção a um apartamento. A equipe da PM foi recebida a tiros ao adentrar no local. Para repelir a agressão, os policiais dispararam e atingiram o suspeito, que foi desarmado e socorrido à Santa Casa de Lorena, onde não resistiu e morreu.

Segundo a polícia, a vítima tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas e receptação. O caso foi registrado como morte decorrente de intervenção policial na Delegacia de Guaratinguetá.

Em depoimento à polícia, a irmã admitiu que Luiz Antonio tivera “problemas de tráfico de drogas” na adolescência, mas que não teria mais. Afirmou ainda que ele morava sozinho e que não sabia se tinha arma ou drogas no apartamento.

CAÇAPAVA

Na sexta (10), por volta das 21h30, um jovem de 19 anos entrou em confronto com a Polícia Militar em Caçapava e morreu baleado. O caso aconteceu na Travessa Santa Cruz esquina com Avenida Jatobá, em Caçapava Velha, e foi registrado como homicídio decorrente de oposição à intervenção policial, tentativa de homicídio e tráfico de drogas.

No local, os policiais militares estavam em patrulhamento e decidiram efetuar diligências nas proximidades de um campo de futebol. De acordo com o boletim de ocorrência, um homem passou correndo pelo campo, portando uma sacola.

Os policiais foram na busca do suspeito, que teria efetuado um disparo na direção deles. Os agentes reagiram e atiraram contra o agressor, vindo a atingi-lo. O Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi acionado para o socorro, porém foi constatada a morte do jovem. O caso será investigado pela Polícia Civil de Caçapava.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.