AVENTURA SOBRE RODAS

A bordo de motorhome, casal de Taubaté vai percorrer 8.500 km na América do Sul

Paulo e Juliani desbravam o Brasil e o mundo com um motorhome, batizado de Maloca. Casal que já conheceu 14 países e 17 estados brasileiros

Por Xandu Alves | 03/04/2024 | Tempo de leitura: 3 min
Taubaté

Reprodução / Redes Sociais

Paulo e Juliani durante viagem à Áustria
Paulo e Juliani durante viagem à Áustria

Depois de visitar o Nordeste e o Sul do país entre o final de 2023 e o primeiro bimestre deste ano, o casal Juliani e Paulo Felicio, de Taubaté, se prepara para percorrer 8.500 quilômetros por países da América do Sul, a partir de março de 2025.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp.

A viagem está em planejamento pelo casal que já conheceu 14 países e 17 estados brasileiros a bordo do motorhome Maloca, colecionando histórias e memórias que compartilham nas redes sociais por meio do perfil @viaju_mundoafora, que tem quase 20 mil seguidores no Instagram.

“Quando compramos o motorhome era para mudar de vida mesmo. Programamos duas viagens longas no ano e viagens mais curtas nos finais de semana. Vamos conhecer todas as cidades do Vale e já estamos estudando a ida para a América do Sul”, disse Juliani, que tem 47 anos e vive com Paulo, de 61 anos, desde 2010.

LEUCEMIA.

Paulo e Juliani começaram a viver o sonho de conhecer o Brasil e o mundo após uma mudança brusca na vida do casal. Em 2018, Paulo foi diagnosticado com leucemia.

“Tivemos uma grande mudança na vida, que foi o começo de tudo. Em 2018, Paulo estava com leucemia e essa questão da saúde nos fez recalcular a rota e ver o que vale a pena viver”, disse Juliani.

“Eu já estava mirando a aposentadoria e o sonho do motorhome sempre foi acalentado por mim, mas essa cultura aqui no Brasil se desenvolve a passos lentos”, afirmou Paulo, que deu vazão ao sonho após a aposentadoria da Polícia Civil.

AMÉRICA DO SUL.

A meta do casal é ir até o Acre, a partir de março de 2025, e de lá chegar ao Peru, descendo pela costa peruana até o Chile. Paulo e Juliani pretendem cruzar o Deserto do Atacama e chegar à Argentina, para depois retornar ao Brasil. A previsão é de percorrer 8.500 quilômetros pela América do Sul. “Será a nossa volta pelo quarteirão”, brincou Juliani.

“Já estivemos no Peru, Chile e Argentina, mas agora queremos viver o dia o dia desses lugares, com mais tempo. Ver o que se compra lá, o que se come, a cultura, a diferença de preço. Entender que cada país tem a sua particularidade.”

Para ir aquecendo os motores da Maloca, o casal de Taubaté começa no sábado (6) a viagem por todas as 39 cidades do Vale do Paraíba. A aventura regional terá início em São José do Barreiro e deve incluir uma cidade da região a cada final de semana, excetuando quando a chuva apertar.

ARQUITETURA.

“A primeira coisa que olhamos nas cidades é a arquitetura. Amo arquitetura antiga, história e procuramos a cultura e a gastronomia do local”, contou Juliani.

“Tenho uma lista de todas as festas populares do Vale, como em Cunha, Santo Antonio do Pinhal, São Luiz do Paraitinga. Vamos a todas. A gente adora festa.”

Segundo ela, a região tem muita história a ser aprendida e pessoas a serem conhecidas. “A gente não imagina o quanto as pessoas são legais. Amo a história de gente, de vida. É nelas que a gente se inspira”.

SOLIDARIEDADE.

Na viagem que fez ao Nordeste, por exemplo, Paulo e Juliani arrecadaram com amigos e levaram 120 kits de higiene pessoal para distribuir a famílias carentes pela estrada.

“Olhamos também para o que o outro está passando. É gostoso ir para um lugar bonito e tento sempre comer onde as pessoas produzem, nas produções locais, para ver a cultura do lugar, do povo.”

Mesmo com toda a preparação e planejamento, Juliani admite que é preciso estar preparado para o imprevisto, principalmente nas viagens longas.

“A gente tem que estar preparado e animado para enfrentar o imprevisto, senão acaba a viagem. Estou do lado do homem que amo, fazendo o que mais gosto, que é viajar, e dentro da minha casa [motorhome]. Não faz sentido estressar.”

Sem estresse e com muita disposição, o casal de Taubaté ainda vai longe com a sua Maloca.

Leia mais:

Casal de Taubaté viaja o mundo na ‘Maloca’ e já visitou 14 países: ‘Nossa casa no mundo’

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

1 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Renê Pereira Galindo
    04/04/2024
    Eu fui de São José dos Campos até Machu Picchu de S10, ida e volta.