COLETA DE LIXO

VÍDEO: Anderson intervém na coleta de lixo e pede à Justiça para assumir serviço

Empresa Beta Ambiental vem apresentando problemas na coleta de lixo da cidade

Por Xandu Alves | 07/12/2023 | Tempo de leitura: 3 min
São José dos Campos

Divulgação / Beto Faria / PMSJC

Beta Ambiental começou a coletar o lixo orgânico em São José em junho de 2022
Beta Ambiental começou a coletar o lixo orgânico em São José em junho de 2022

A Prefeitura de São José dos Campos fez uma intervenção na coleta de lixo orgânico (comum) da cidade na manhã desta quinta-feira (7) e está assumindo o serviço no lugar da empresa Beta Ambiental, que vem apresentando problemas para realizar o trabalho. Moradores vêm reclamando de lixo acumulado nas ruas da cidade.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

A prefeitura entrou na Justiça para assumir o serviço após a Beta Ambiental tentar rescindir o contrato unilateralmente, alegando a necessidade de reequilíbrio-econômico financeiro – a empresa pediu 28,9% de reajuste. A prefeitura não concedeu.

A Beta Ambiental coleta o lixo orgânico em São José desde junho de 2022, após vencer a licitação realizada pela prefeitura. O contrato previa R$ 129 milhões por cinco anos de serviço.

Após diversas paralisações na coleta de lixo em São José, o prefeito Anderson Farias (PSD) decidiu intervir na Beta Ambiental. A ação da prefeitura pede que a Justiça negue à empresa a rescisão unilateralmente do contrato, sob pena de multa diária de R$ 100 mil, e que a administração possa assumir o serviço utilizando a estrutura da empresa, como equipamentos e mão de obra. A Beta tem cerca de 300 funcionários. A ação ainda não teve resposta da Justiça.

Segundo Anderson, o serviço também será feito pela Urbam (Urbanizadora Municipal S.A), empresa vinculada à administração municipal e que já faz a coleta seletiva na cidade. Os caminhões e funcionários da Beta também serão utilizados.

GARAGEM

Anderson esteve na garagem da Beta Ambiental na manhã desta quinta-feira, junto com funcionários da prefeitura, para anunciar a intervenção na coleta de lixo e conversar com os funcionários da empresa, que estão com os salários atrasados.

“Nos últimos dias, a coleta de lixo na cidade só vem piorando e a empresa não vem cumprindo com as suas obrigações, deixando de coletar lixo e deixando de fazer o atendimento do qual deveria fazer”, disse Anderson em vídeo divulgado nas redes sociais.

Segundo ele, a prefeitura está pedindo na Justiça para assumir o serviço da Beta Ambiental, pelo descumprimento da coleta de lixo. Disse ainda que vai pagar os salários dos funcionários da empresa.

“Vamos conversar com os funcionários para que a gente possa garantir toda a parte de direitos não só trabalhistas, mas também os salários que eles têm para receber. Na sexta-feira (8) iremos fazer o pagamento direto a todos eles”, afirmou Anderson.

“Já fizemos todas as nossas notificações e multas e agora a gente chega numa rescisão contratual, com intervenção administrativa para garantir o salário dos funcionários e também o serviço”, afirmou o prefeito.

“O mais importante é que a gente consiga colocar toda essa frota na rua e faça a coleta da cidade, juntamente com os caminhões da Urbam.

Em nota, a Beta Ambiental informou que encerrou as atividades em São José nesta quinta-feira (7), após a prefeitura “declarar que não respeitará nenhum praza de análise ao pedido de reequilíbrio econômico-financeiro do contrato de coleta domiciliar”.

"A empresa acumula mais de R$ 10 milhões de prejuízo, arcando ao longo de 18 meses despesas mensais superiores a receita do contrato, tornando inviável a continuidade da prestação de serviços", informou a Beta.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

2 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Helder Câmara Rodrigues da Silva
    07/12/2023
    Nós, que moramos na Vila Maria na rua Filisbino Pinto da Cunha, estamos sofrendo com o mau cheiro dos lixos largados nas calçadas e com o mato crescendo nas mesmas. Por favor olhem por nós. Agradecemos desde já.
  • Alfredo Macedo
    07/12/2023
    Já vimos esse filme de 2012 à 2016. Gestão Anderson = Gestão Carlinhos de Almeida ! Pouquíssimas diferenças ! O resultado das eleições de 2016 repetir-se-ão ? Com a pavimentação do Emanuel, o PSDB e seus aliados.... creio que sim !