CRIME

Jogador contratado pelo Taubaté é suspeito de matar namorado da ex e estuprar mulher

Carlos Guilherme, o Carlinhos, é procurado pela polícia; jogador já estava treinando em Taubaté

Por Xandu Alves | 04/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min
São José dos Campos

Reprodução

Imagem do jogador divulgada pelo Taubaté no começo de novembro
Imagem do jogador divulgada pelo Taubaté no começo de novembro

Contratado pelo Taubaté para o elenco de 2024 e já treinando no clube, o lateral Carlos Guilherme de Oliveira, 27 anos, o Carlinhos, é suspeito de ter matado o atual namorado da ex-mulher, com quem o jogador tem dois filhos. O caso foi revelado na manhã desta segunda-feira (4) pela TV Record.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

Além do homicídio, Carlinhos é suspeito de ter estuprado a ex-mulher na casa dela, em Jandira, na zona oeste da Grande São Paulo.

O jogador teria invadido a casa e flagrado a ex-mulher com o atual namorado. Transtornado, Carlinhos teria dado golpes de marreta e facadas no homem, matando-o na residência.

Ele ainda teria violentado sexualmente a ex-mulher ao longo de quatro horas. O caso está sendo investigado pela polícia, que procura pelo jogador.

A mulher ligou para a polícia, que esteve na casa dela e constatou a morte do rapaz, que não teve a identidade revelada.

Carlinhos se apresentou ao Taubaté na última semana e vinha treinando com o restante do elenco.

Procurado, o Taubaté informou que tomou conhecimento do caso envolvendo o atleta Carlinhos por meio da imprensa, e, até então, não conseguiu contato com o jogador.

“O Taubaté informa que acompanha o caso, que está sendo apurado pelas autoridades competentes e que, preventivamente, suspende as atividades do atleta no clube”, afirmou o time do Vale do Paraíba.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.