MORTE NA DUTRA

Polícia prende motorista embriagado que atropelou e matou Cindy, em São José

Jovem, de 28 anos, está sendo acusado por lesão corporal culposa e homicídio culposo; neste domingo (3), ele passará por uma audiência de custódia

Por Da Redação | 03/12/2023 | Tempo de leitura: 3 min
São José dos Campos

Montagem

Acidente aconteceu na noite de sábado (2), na Via Dutra
Acidente aconteceu na noite de sábado (2), na Via Dutra

A Polícia Civil prendeu na noite de ontem (2) o motorista de 28 anos que atropelou e matou Cindy Fernandes, de 43 anos, na Via Dutra, em São José dos Campos. De acordo com o boletim de ocorrência, além de dirigir embriagado, o carro estava em alta velocidade quando o acidente aconteceu. O rapaz está sendo acusado pelos crimes de lesão corporal culposa e homicídio culposo. Ainda neste domingo (3), ele passará por uma audiência de custódia e o juiz determinará se ele permanece preso ou não.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

Cindy estava na garupa de uma moto pilotada pelo marido Marcelo Souza, de 46 anos, quando o carro atingiu os dois na altura do bairro Jardim das Indústrias. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local, já Marcelo foi socorrido em estado grave e levado para o Hospital Municipal.

A OVALE a Polícia Civil informou que o motorista foi submetido a um teste de alcoolemia que constatou 0,69 miligramas de álcool no sangue. Lembrando que quando o teste é acima de 0,04 miligramas o condutor precisa pagar um multa administrativa e quando esse índice é maior que 0,29 miligramas, além de pagar uma multa o motorista é preso em flagrante, como aconteceu neste caso.

Segundo a polícia, o jovem vai responder por dois crimes. O primeiro é lesão corporal culposa na direção de veículo automotor (Art. 303), em que a pena privativa de liberdade é de reclusão de seis meses até dois anos, além da suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor. Ele também está sendo acusado por homicídio culposo (Art. 302), que prevê pena de detenção, de dois a quatro anos, e também a suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor. Como as penas ultrapassam quatro anos de reclusão, ele não teve direito a fiança na delegacia.

Na audiência de custódia, que será realizada ainda neste domingo, o juiz de plantão vai decidir se a prisão em flagrante se tornará preventiva, ou se ele pode responder em liberdade, mediante pagamento de fiança e/ ou algumas medidas cautelares como, por exemplo, a proibição de sair à noite e finais de semana, de viajar para outra comarca sem autorização judicial, a colocação de tornozeleira, entre outras determinações.

VELÓRIO 

Amigos e familiares estão reunidos na manhã deste domingo (3) para se despedir de Cindy Fernandes, de 43 anos, que foi atropelada e morta por um motorista embriagado na noite de ontem (2), em São José dos Campos. O velório de Cindy está sendo realizado no Cemitério Parque das Flores e o enterro está marcado para às 16 horas.

Nas redes sociais, os parentes e amigos de Cindy prestam homenagens a moça que era mãe de dois jovens e casada com Marcelo Souza. “Eu realmente não acredito, não consigo segurar o choro, meu coração agora está apertado, Cindy Fernandes irá fazer muita falta”, disse uma amiga.

“Meus sinceros sentimentos ao Marcelo, que Deus conforte seu coração e de todos os amigos que tiveram o prazer de conhecer essa gatona, Cindy Fernandes. Fica na memória seu sorriso, sua alegria, seu jeito moleca de ser. Descanse em paz minha gatona”, comentou uma outra mulher.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

1 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Rosangela
    04/12/2023
    Nada vai trazer nossa amiga de volta, não vamos ter mais aquele sorriso e aquela alegria de conviver com ela, mas tem que haver justiça, esse criminoso acabou com a vida de uma pessoa maravilhosa e toda sua família, que a justiça seja feita