NOVO BAIRRO

Com ocupação de 'Terreno das Vaquinhas', a população do Aquarius pode mais do que dobrar

Novo complexo deve reunir cerca de 22 mil moradores. De acordo com o Censo 2010, o mais atualizado com esta informação, o Jardim Aquarius abriga hoje 12,5 mil habitantes

Por Da redação | 28/11/2023 | Tempo de leitura: 1 min
São José dos Campos

Reprodução/Claudio Vieira/PMSJC/Flickr

No cenário mais otimista, o novo bairro deve estar pronto em uma década; no mais conservador, após 16 anos
No cenário mais otimista, o novo bairro deve estar pronto em uma década; no mais conservador, após 16 anos

Com a construção de um novo bairro onde é hoje o "Terreno das Vaquinhas", cujo início está previsto para 2024, a população do Jardim Aquarius, na região oeste de São José dos Campos, poderá mais do que dobrar.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

De acordo com o Censo 2010, o mais atualizado com esta informação, o bairro abriga hoje 12,5 mil habitantes. Uma vez que a construção esteja completa, o que pode levar de 10 a 16 anos, a expectativa é que a área seja capaz de abrigar mais de 22 mil pessoas nos 50 prédios e 150 casas previstos.

Construções
Segundo Fabiano De Marco, empreendedor e sócio da loteadora contratada para fazer o projeto e a obra no ‘Terreno das Vaquinhas’, o novo bairro terá três tipos de construção: casas de até dois pavimentos, prédios menores (até cinco andares) e prédios maiores (de até 42 andares, segundo a lei de São José).

Para o início das obras, falta apenas a aprovação final, que, segundo a prefeitura, deve ocorrer até o começo de 2024.

Leia mais: ‘Terreno das Vaquinhas’ terá sobrados e prédios de 5 a 42 andares em São José

Sobre os prazos de construção, o empreendedor deu como referência um projeto que a Idealiza fez em 2016, em Pelotas (RS), com edifícios de 32 torres. O empreendimento já entregou 20 torres. “São José tem potencial de 3 a 5 torres por ano. Num cenário mais otimista, de 30 torres em seis anos e num mais conservador, de 30 torres em 10 anos”, avaliou De Marco.

No cenário mais otimista, o novo bairro deve estar pronto em uma década; no mais conservador, após 16 anos.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

8 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Luis Antônio
    30/11/2023
    Tenho a disposição uma área muito parecida, só que de menor tamanho (35.000 m2) e em Taubaté, infraestrutura total na divisa, plana também, termina em um banhado também e também é cercado de prédios e casas, a cidade já abraçou o terreno e ele ficou no meio, a exemplo deste em SJC, Apenas $200,00 o m2. Luis 12 97404-0006
  • Jeferson
    30/11/2023
    Pensar que rejeitaram o projeto do World Trade Center, que seria bem mais funcional, que teria mais áreas verdes no terreno e uma praça duas vezes maior do que está sendo proposta nesse novo projeto para o Terreno das Vaquinhas. Parabéns para os envolvidos.
  • Ilso Sestari
    30/11/2023
    O mundo das construções modernas já se instalou em SJC. Esse será um projeto de vanguarda econômica para a cidade.
  • ana karina soares luz
    30/11/2023
    que triste tira as vaquinha para contrui predio
  • Cainelson Jose Da Rosa
    29/11/2023
    Neste terreno era para o alcaide desapropriar e fazer um parque.Se hoje falta água e a qualidade da agua é ruim,como será quando aquele terreno estiver cheio de moradores. Vai continuar faltando água, vai piorar o trânsito e quem mora no aquários vai ter uma barreira de prédios que farão um bloqueio dos ventos que vem do banhado,e deixarão o aquários mais quente do que é hoje . Lamentável atitude da prefeitura em liberar este empreendimento.
  • Antonio Carlos da Cunha Vasconcelos
    29/11/2023
    Ótima matéria que irei distribuir aos colegas. Aproveito a oportunidade para sugerir ao Fabiano De Marco ou outro representante fizesse uma palestra de encontro ao segmento imobiliário da cidade. Antonio Vasconcelos 12 99121-9022
  • José Maria temoteo
    29/11/2023
    Tão bom o contraste entre o verde e o concreto no local..uma sensação de uma área rural, no centro urbano. Infelizmente o capitalismo é isso.. mórbido.
  • Carlos Vagner Pereira Dias
    28/11/2023
    Sinceramente, nem se eu ganhasse o prêmio da Mega-Sena da Virada, eu moraria nesse novo complexo. Imagina o paliteiro que aquilo não vai ficar, quando da sua totalidade. Na minha ótica, 100% sem qualidade de vida. Literalmente fora!!!