BALANÇO

Creches: com 1.603 convocados, Taubaté espera atender toda a fila no início de 2024

Como nenhuma nova unidade de ensino infantil foi inaugurada esse ano, essas crianças irão ocupar as vagas deixadas por alunos que mudarão de série em 2024

Por Julio Codazzi | 20/11/2023 | Tempo de leitura: 2 min
Taubaté

Divulgação/PMT

Creche da rede municipal de Taubaté
Creche da rede municipal de Taubaté

Com 1.603 convocados entre setembro e outubro, a Prefeitura de Taubaté espera que todas as crianças que aguardavam na fila até o fim do mês passado tenham garantida uma vaga nas creches municipais no ano que vem. Como nenhuma nova unidade de ensino infantil foi inaugurada esse ano, essas crianças irão ocupar as vagas deixadas por alunos que mudarão de série em 2024.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

Entre os convocados, há casos de crianças que aguardavam na fila desde outubro de 2022. A demora foi tanta que, em alguns casos, a vaga sairá já para um nível diferente daquele pleiteado inicialmente.

Até setembro, por exemplo, 911 crianças aguardavam por uma vaga para o berçário, 276 para o maternal 1 e 161 para o maternal 2. Com novos inscritos em outubro, o total de convocados foi de 661 para o berçário, 581 para o maternal 1 e 361 para o maternal 2.

CRECHES.
Na campanha eleitoral de 2020, o prefeito José Saud (MDB) prometeu “zerar a fila de espera das creches, abrindo novas salas e fazendo parcerias”, e também “ampliar horário de atendimento das creches, para 18h30, para que mais famílias possam ser atendidas”. Nada disso foi feito até agora. A promessa de ampliar o horário de atendimento das creches foi descartada pela Secretaria de Educação, que apontou que a medida seria inviável financeiramente. Em novembro de 2021 a pasta anunciou que iria abrir um chamamento público para contratar vagas em creches particulares, mas em agosto de 2023 admitiu que a proposta não será levada adiante, sob a alegação de que "um estudo" mostrou que não seria "viável em função da localização da demanda reprimida".

Até agora, a única creche inaugurada no governo Saud – a do Bardan, em junho de 2021, com capacidade para 150 crianças – começou a ser construída ainda em abril de 2018, na gestão do ex-prefeito Ortiz Junior (PSDB). A primeira creche do governo Saud, na Estiva, teve a obra iniciada maio desse ano, ao custo de R$ 3,274 milhões – desse valor, R$ 3,074 milhões virão do governo estadual e o restante da Prefeitura. A obra tem previsão de entrega para maio de 2024. A unidade terá seis salas de aula, com estimativa para atender até 150 crianças.

O governo Saud alega que, para tentar reduzir a fila de espera, adota também medidas como "busca ativa para verificar abandono ou desistência de vagas", "readequações de espaços físicos" e "ampliações" em "prédios escolares de educação infantil".

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.