NEGADO

FOX: Após pedido de revogação, Justiça mantém ordem de prisão para Umberto Ghilarducci

Decisão foi em resposta a um pedido de revogação feito pelo advogado Luis Antônio Chacrinha; Umberto é tutor do bull terrier que atacou e matou Fox, no útlimo mês, em São José

Por Da Redação | 20/11/2023 | Tempo de leitura: 1 min
São José dos Campos

Divulgação

Umberto Ghilarducci continua foragido
Umberto Ghilarducci continua foragido

A Justiça manteve o pedido de prisão contra o tutor do bull terrier que atacou e matou Fox, no último mês, em São José dos Campos. A decisão foi em resposta a um pedido de revogação feito pelo advogado de Umberto Vieira Ghilarducci, de 43 anos.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

A decisão foi publicada no Diário da Justiça. "O investigado não apenas se colocou em lugar incerto, como desapareceu com o cão que atacou Fox, animal que, além de ser merecedor da tutela do Estado, deve ser considerado como instrumento do suposto crime. Por tudo isso, pela agressividade do investigado, pela intimidação das testemunhas, pela sua fuga e pelo desaparecimento do instrumento do crime, indefiro o pedido de revogação da prisão preventiva", diz a resposta.

À reportagem do portal G1, o advogado Luis Antônio Chacrinha informou que não concorda com a decisão e interpôs um novo pedido de habeas corpus, para garantir a liberdade de Umberto.

O mandado de prisão contra Umberto Ghilarducci, que continua foragido, foi expedido no dia 27 de outubro. Aqueles que tiverem informações sobre o paradeiro dele devem ligar para o 181, acessar o web denúncia ou entrar em contato pelo WhatsApp do 7º Distrito Policial (12) 3916-5529. Não é necessário identificar-se para fazer a denúncia.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região!

Participe da Comunidade

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.