ESPORTE

Tricampeão mundial de jiu-jítsu, adolescente de São José busca por patrocinadores

Com apenas 17 anos, João Pedro Barros já participou de mais de 15 campeonatos e coleciona 26 medalhas

Por Lara Salles | 14/11/2023 | Tempo de leitura: 2 min
São José dos Campos

Divulgação

São é faixa azul no esporte e está cursando a terceira série do ensino médio
São é faixa azul no esporte e está cursando a terceira série do ensino médio

Com apenas 17 anos, o atleta de São José dos Campos, João Pedro Barros, é tricampeão mundial de jiu-jítsu e já participou de mais de 15 campeonatos. São 26 medalhas, um cinturão, um certificado de primeiro no ranking, um troféu de atleta do ano e uma placa de melhores do ano. Para ajudar com os custos da carreira de atleta, a família busca por patrocinadores.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

João Pedro começou a lutar jiu-jítsu com dez anos e se encantou pelo esporte. “Na época, comecei a fazer jiu-jítsu com o meu tio, porém, não continuei. Alguns meses depois, quando eu estava indo na casa de um amigo para chamá-lo para brincar, a mãe dele falou que ele tinha começado a treinar jiu-jítsu e perguntou se eu não queria ir com ele, depois disso não parei mais”, contou.

Faixa azul no esporte e cursando a terceira série do ensino médio, João Pedro conta que usa o jiu-jítsu como um aliado no dia a dia e que sonha em competir em Dubaí. “É algo que me acalma é difícil de explicar, pois é uma energia intensa e muito boa. Antes de começar a treinar eu era muito estressado e nervoso, o jiu-jitsu me ajudou bastante a ter autocontrole e disciplina. É o que eu quero para meu futuro, meu maior sonho é competir em Dubai”, disse, acrescentando que pretende cursar educação física.

Um dos maiores apoiadores de João Pedro é o pai, Márcio José Gomes. Orgulhoso do filho, ele relata como a família se esforça para ajudá-lo e ressalta que o apoio de patrocinadores seria algo importante para o futuro do adolescente. “Com a academia gastamos R$ 250, por competição costumamos gastar em torno de R$ 500 a 600. Nunca cheguei a colocar mesmo na ponta do lápis todos esses valores, mas é em torno disso. A importância do patrocínio seria para ajudá-lo a ir cada vez mais longe e acalnçar seus objetivos. De qualquer forma, estamos aqui para apoiá-lo, ele é um bom garoto, muito esforçado naquilo que faz e merece toda ajuda possível”, disse.

COMO APOIAR ? 

Aqueles que se interessarem em ser um patrocinador ou acompanhar a rotina do atleta, podem entrar em contato com João Pedro pelo Instagram: @barros_jp17.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.