TECNOLOGIA

Receita Federal desenvolve Proteção do CPF

Por José Milagre | 08/06/2024 | Tempo de leitura: 2 min

O Brasil é o primeiro país no ranking de vítimas de ataques cibernéticos pelo terceiro ano consecutivo, de acordo com o levantamento da empresa Palo Alto Networks. Pensando nisso, a Receita Federal lançou oficialmente uma ferramenta gratuita de proteção dos CPF de todos os cidadãos em território nacional. Dentro do aplicativo GOV.br foi disponibilizada a função "Proteção de CPF" e é gratuito para todos os usuários.

A partir do momento em que é ativado dentro do aplicativo, ninguém pode incluir seu CPF em transações sem seu conhecimento, além de ser integrada com cartórios, juntas comerciais, Detran e OAB. Este recurso representa um marco no âmbito da segurança digital e na proteção dos dados dos cidadãos com o aumento das tentativas de fraudes envolvendo dados pessoais e a crescente das ameaças cibernéticas.

Como ativar?

Para ativar a proteção, entre na sua conta do gov.br, coloque seu login e senha e procure pela ferramenta "Proteger meu CPF", após ative a função e o procedimento será concluído, caso alguém tente usar seu CPF sem seu conhecimento, o sistema gerará um alerta te avisando, uma notificação. Preparei um vídeo com o passo a passo no canal do youtube - https://www.youtube.com/watch?v=esEbe9IlDE8

Também funciona para empresas?

Sim, a ferramenta é válida e pode ser ativada por todos os tipos de pessoa jurídica, incluindo o Microempreendedor Individual (MEI) e Inova Simples, já que empresas têm sido alvo fácil e efetivo, pois possuem muito crédito e, em sua maioria, pouca infraestrutura de segurança para dados pessoais de clientes e colaboradores, o que as torna alvos fáceis para criminosos. Se você é empreendedor, é importante ficar atento e implementar um sistema efetivo de Segurança da Informação e Proteção de Dados.

Como podem usar meu CPF?

O vazamento de dados é muito comum no Brasil devido à falha de segurança das empresas ou práticas inadequadas na gestão de dados por colaboradores ou invasão de Hackers (indivíduos que utilizam do seu conhecimento para modificar sistemas), que exploram sistemas desatualizados, configurações incorretas de segurança ou falhas humanas, como o não uso de senhas fortes ou o acesso negligente a informações sensíveis. Porém, mesmo depois de corrigir essas falhas, o seu CPF já pode ter sido copiado ou vendido na rede mundial de computadores. A partir do momento em que o CPF é exposto, os criminosos podem abrir contas bancárias, solicitar créditos, realizar compras de produtos ou serviços, vender para terceiros, entre outros. Portanto, o cadastro para proteção do CPF é mais uma medida importante para evitar fraudes e prejuízos futuros.

Deixe o seu comentário

Seu CPF foi utilizado por terceiros sem o seu conhecimento? Você caiu em algum golpe digital? Seu CPF já foi utilizado de forma indevida? Envie seu comentário ou sugestão para consultor@josemilagre.com.br e não se esqueça de se inscrever no meu canal no Youtube (http://www.youtube.com/josemilagre) ou no instagram (@dr.josemilagre).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do SAMPI

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.