NOSSAS LETRAS

Thereza

Então imagino Thereza Rici chegando à sala do sábio. Leia a crônica de Zelita Verzola.

Por Zelita Verzola | 08/06/2024 | Tempo de leitura: 1 min
Especial para o GCN/Sampi Franca

- Com licença...
- Entra, minha filha. Pois não.
- Disseram-me lá na Delegacia de Ensino (era como se nomeava a atual Diretoria de Ensino) que a senhora é que está agora responsável pelas escolas rurais.
- Sim; mas você me parece assustada.
- É... acho que estou. Não conheço esse município onde vou lecionar, é uma experiência nova pra mim.
- Eu estou aqui. Sempre que você precisar de orientação, pode falar comigo.
- Obrigada.

Sensação de amparo. Gratidão que se eternizou. Então imagino Thereza Rici chegando à sala do sábio:
- Com licença...
- Entra, minha filha. Estava a sua espera; mas você me parece assustada.
- Mudar de plano é desafiador.
- Pode ser, mas eu estou aqui. Você está em casa. Sinta-se amparada.

Zelita Verzola é professora, escritora, membro da Academia Francana de Letras

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.