JUSTIÇA

Justiça condena homem por exploração sexual de menores em Franca

Investigado foi sentenciado a cumprir 62 anos e 8 meses de reclusão em regime inicial fechado.

Por N. Fradique | 29/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Foto ilustrativa

Acusado criou 11 perfis falsos em redes sociais
Acusado criou 11 perfis falsos em redes sociais

A Justiça condenou um homem que era acusado de chantagear crianças e adolescentes, via internet, com fins de exploração sexual, em Franca e região. Através de ação da Promotoria de Franca, o réu foi sentenciado a cumprir 62 anos e 8 meses de reclusão em regime inicial fechado por estupro de vulnerável e por produção e armazenamento de pornografia infantil. 

De acordo com o promotor de Justiça Yuri de Mendonça, o homem criou 11 perfis falsos em redes sociais, vitimando um grande número de crianças e adolescentes.

Após manter contato com as vítimas por meio de redes sociais, passando-se por uma agente de modelos, o homem pedia fotos íntimas e vídeos, sob o pretexto de análise para participação em novelas, e, quando cessavam os envios, ele passava a ameaçar as vítimas, coagindo-as para que lhe enviasse mais fotos íntimas e vídeos.

As investigações da Polícia Federal, iniciadas em 2022, apontaram que o suspeito atuou entre 2017 e 2019, abordando as vítimas, com idades entre 8 e 16 anos, fazendo pelo menos 14 vítimas.

A conduta é classificada como grooming, em que um adulto constrói um relacionamento com uma criança, ganhando sua confiança e, em seguida, passa à exploração sexual.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

1 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Olivio Leite
    29/05/2024
    Parabens Dr Yuri, nós francanos nos orgulhamos de condutas como esta!! (exceçao dos fazueli).