DESPEDIDA

Despedida de entregador atropelado é marcada por homenagens

Amigos de Vinicius Guilherme Pereira Garcia Facioli, 32 anos, que morreu após ser atropelado na Cândido Portinari, prestaram últimas homenagens durante seu sepultamento. ASSISTA.

21/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Reprodução

Vinicius Guilherme Pereira Garcia Facioli (à esquerda): colegas motociclistas “cortaram giro” como forma de manifestação
Vinicius Guilherme Pereira Garcia Facioli (à esquerda): colegas motociclistas “cortaram giro” como forma de manifestação

Foi sepultado no Cemitério da Saudade, em Franca, na tarde desta terça-feira, 21, o entregador Vinicius Guilherme Pereira Garcia Facioli, 32 anos, que morreu após ser atropelado na rodovia Cândido Portinari, próximo à alça de acesso da Vila São Sebastião.

Durante o translado do corpo do velório para o cemitério, amigos e familiares prestaram a última homenagem. Vários entregadores compareceram ao velório e em suas motos “cortaram giro” (expressão de motociclistas ao acelerar) como forma de manifestação.

“Mais respeito pelos entregadores! Pedimos só isso… também temos família e hoje estamos enterrando mais um amigo que deixou esposa e filha pequena. Ele foi morar no céu por imprudência de uma pessoa”, disse o também entregador Kaio Barney.

A indignação dos entregadores é devido ao fato que Vinícius se envolveu em um acidente com outros dois carros, que fugiram sem prestar socorro à vítima.

A Polícia Rodoviária e a concessionária que administra o trecho registraram a ocorrência, mas nenhum dos motoristas foi identificado.

A Polícia Civil investiga o caso, mas até o momento nenhum dos motoristas envolvidos no acidente se apresentou à Justiça.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

2 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Anonimo
    22/05/2024
    Para ser respeitado ter que ter respeito também. Os entregadores não conseguem respeitar leis de trânsito básicas como sinal vermelho. Tudo isso pra que, fazer duas corridas a mais na noite?? Arriscam suas vidas e a vida terceiros.
  • Francana
    22/05/2024
    Mais respeito com os entregadores e os entregadores mais respeito com o restante da população. Os entregadores deveriam zelar por suas vidas e pelos outros, mas não respeitam sinalização, semáforo, correm como doidos entre os carros, fazem os corredores de pista de corrida, cortam a frente, não dão seta, passam no sinal vermelho... Entendo que estejam trabalhando e buscando o pão de cada dia, mas dirigir não é um ato individual, é coletivo!!! Vejo tantos motociclistas que se acham os donos das ruas, dá medo de dirigir aqui em Franca. Péssimos motoristas no geral! Meus sentimentos aos familiares.