Trabalhadores preparam ato político no 1º de maio

O Sindicato dos Sapateiros de Franca realiza nesta segunda-feira uma ação política para lembrar o feriado nacional do Dia do.

29/04/2006 | Tempo de leitura: 1 min

Encontro de trabalhadores do dia 1º de maio já se tornou tradição na cidade; em 2004, atividades culturais reuniram centenas na Praça Nossa Senhora da Conceição
Encontro de trabalhadores do dia 1º de maio já se tornou tradição na cidade; em 2004, atividades culturais reuniram centenas na Praça Nossa Senhora da Conceição
O Sindicato dos Sapateiros de Franca realiza nesta segunda-feira uma ação política para lembrar o feriado nacional do Dia do. O evento começará com uma passeata às 15 horas. Os participantes sairão da Praça Sabino Loureiro na Estação e seguirão até a frente do Parque de Exposições “Fernando Costa”. No local haverá shows (o encerramento será com o Grupo Amigos.com), barracas de alimentação e um ato político para lembrar os trabalhadores que morreram em acidentes e assassinatos. No total, 20 entidades trabalhistas confirmaram presença, entre elas o sindicato das empregadas domésticas, dos motoristas, dos servidores públicos e dos trabalhadores rurais. O MLST (Movimento de Libertação dos Sem Terras) e a Associação Nacional de Apoio à Reforma Agrária também estarão presentes e realizarão o cadastramento de mil trabalhadores que queiram lutar por um pedaço de terra. O grupo, que estará com representantes do assentamento Boa Sorte, de Restinga, do assentamento de Ribeirão Preto e também do acampamento de Cristais Paulista, promoverá a apresentação da dupla sertaneja Magner e César. “Todos estão convidados a participar, o dia é dedicado ao trabalhador”, disse Paulo Afonso Ribeiro, presidente do Sindicato.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.