De ‘camarote’, Mariner/Unimed aguarda rival

O elenco do Mariner/Unimed/Franca ganhou mais um dia de folga do técnico Hélio Rubens Garcia após a vitória de terça-feira contra o Minas Tênis, em Belo Horizo

24/03/2006 | Tempo de leitura: 2 min

Após boa campanha na fase de classificação do Campeonato Brasileiro, o Mariner/Unimed, do armador Helinho (de azul), aguarda definição do adversário nas oitavas: Brusque ou Americana?
Após boa campanha na fase de classificação do Campeonato Brasileiro, o Mariner/Unimed, do armador Helinho (de azul), aguarda definição do adversário nas oitavas: Brusque ou Americana?
Marcos Junqueira Editor-assistente de Esporte O elenco do Mariner/Unimed/Franca ganhou mais um dia de folga do técnico Hélio Rubens Garcia após a vitória de terça-feira contra o Minas Tênis, em Belo Horizonte, que garantiu, com uma rodada de antecipação, a primeira colocação no Grupo B do Campeonato Brasileiro Masculino de Basquetebol. A reapresentação, que ocorreria ontem, foi adiada para a manhã de hoje. A distância do próximo compromisso pode ter influenciado na decisão do treinador. Agora, o Mariner/Unimed só voltará à quadra no dia 2 de abril, contra Ribeirão Preto, fora de casa, em partida que será uma espécie de “amistoso de luxo” para Franca. Apenas Fransérgio e Murilo continuaram, ontem, suas atividades. O primeiro tirará os pontos do indicador da mão direita, onde sofreu luxação exposta, apenas na segunda-feira, quando deverá retomar os exercícios físicos. Ainda assim, continuará vetada, por mais alguns dias, a movimentação com bola. Já Murilo passa por sessões de fisiotarapia para tentar se recuperar de uma lesão no pé esquerdo. O pivô sofreu uma torção no local e tem uma fissura na planta do pé. Caso o tratamento fisioterápico não dê resultado, Murilo terá de ser submetido a uma artroscopia. Normalmente, este tipo de cirurgia obriga o atleta a se afastar das quadras por um período de 30 a 60 dias. “O pé é um lugar com muitos ossinhos e articulações, o que complica um pouco as coisas. Mas, agora, é torcer para que as sessões de fisioterapia resolvam o problema”, disse o supervisor da equipe, Fernando Minuci. ADVERSÁRIO As duas equipes que poderão enfrentar o Mariner/Unimed nas oitavas-de-final do Brasileiro são Brusque e Americana. Teoricamente, as chances do time catarinense são maiores por dois motivos: primeiro, porque ambos têm dois jogos a disputar, todos contra adversários mais fortes e que deram “lavadas” em ambos no primeiro turno: Brusque enfrentará Uberlândia e Goiânia, fora de casa, e Americana pegará Assis e Paulistano, em seu ginásio, com a pressão de ter que vencer pelo menos um confronto. Além disso, no confronto direto, a vantagem é dos catarinenses, que venceram por 83 a 79 em seus domínios e perderam por diferença menor, 79 a 76 em Americana.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.