Wilson fecha parceria com o Franca Basquete

A diretoria do Franca Basquetebol Clube anunciou ontem que a multinacional norte-americana Wilson fechou contrato com o clube para o fornecimento de materiais esportivos por uma temporada, que incluir

16/03/2006 | Tempo de leitura: 2 min

O Mariner/Unimed, do ala Rogério (de azul), passará a usar uniformes da multinacional norte-americana Wilson: parceria trará mais de R$ 20 mil de economia aos cofres do clube
O Mariner/Unimed, do ala Rogério (de azul), passará a usar uniformes da multinacional norte-americana Wilson: parceria trará mais de R$ 20 mil de economia aos cofres do clube
Marcos Junqueira Editor-assistente de Esporte A diretoria do Franca Basquetebol Clube anunciou ontem que a multinacional norte-americana Wilson fechou contrato com o clube para o fornecimento de materiais esportivos por uma temporada, que incluirá os campeonatos Paulista (2006), Brasileiro (2007) e a Liga Sul-Americana do ano que vem, caso o time francano consiga a classificação. O anúncio foi feito ontem, pela norte-americana Nora Valescus, diretora de marketing e presidente da Wilson para a América Latina. O intermediário da negociação foi o empresário francano Lauro Pimenta de Oliveira, representante da empresa no Brasil. Para Júlio Tadeu Biondi, presidente do Franca Basquete, o acerto foi importante para a agremiação, tanto no aspecto de credibilidade como no financeiro. “Ter o patrocínio de uma multinacional como a Wilson não é para qualquer um. Sentimo-nos muito honrados com a confiança da empresa. E felizes, claro”, disse Biondi, que completou: “Esta parceria nos representará uma economia enorme, pois este ano gastamos mais de R$ 20 mil em materiais. Só nos resta agradecer à Wilson e ao Lauro (Pimenta)”, disse o dirigente. Lauro Pimenta, por sua vez, prefere dar os créditos a Valescus. “A Nora é uma pessoa influente na Wilson e colocou a decisão em minhas mãos. Assim, pudemos acertar tudo rapidamente. Fico feliz que, mais uma vez, eu possa contribuir com o esporte francano. Outra pessoa importante neste processo foi o Fernando Penna, que jogava aqui (atualmente está em Rio Claro), é meu amigo pessoal e já havia me pedido para ajudar o basquete”, declarou o empresário. Outro aspecto citado por Pimenta foi que a Wilson, que é a fornecedora oficial de bolas e materiais esportivos na poderosa liga norte-americana, a NBA, pela primeira vez colocará a marca em uma equipe brasileira. “É novidade no País. Além dos uniformes e tudo mais, os atletas e o clube terão suas imagens expostas em toda área de atuação da Wilson, no Brasil e até no exterior”, explicou Pimenta. Lauro Pimenta não quis falar sobre valores, mas afirmou que o montante será bem superior aos R$ 20 mil gastos pelo Franca Basquete na confecção dos uniformes para o Brasileiro. “Prefiro não mencionar. Até porque não está nada fechado e existe a possibilidade de, quem sabe, conseguirmos melhorar um pouco o que foi oferecido”. Porém, este “algo a mais” não seria um patrocínio em dinheiro ao Franca Basquete. Pelo menos por enquanto. “O marketing da empresa no Brasil está totalmente voltado para o tênis. Apenas nos Estados Unidos é que há investimentos no basquetebol. O marketing da Wilson é em âmbito mundial”, explicou o empresário que, logo a seguir, acendeu uma pontinha de esperança. “Os norte-americanos são muito frios com relação a dinheiro. Se o Franca Basquete conseguir bons resultados em quadra e a empresa estiver satisfeita com o marketing obtido, é possível que consigamos, no futuro, fechar um contrato de patrocínio com a equipe”. A atual fornecedora do clube é a Cambs, de Uberlândia, de propriedade do ala Cambraia, que joga naquela cidade.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.