Ensino supletivo é o vilão na pior

A Escola Estadual “Israel Niceus Pereira” está no rodapé da tabela do desempenho das escolas francanas no Enem. A instituição, localizada no Bairro Santa Efigênia, te

10/02/2006 | Tempo de leitura: 1 min

A Escola Estadual “Israel Niceus Pereira” está no rodapé da tabela do desempenho das escolas francanas no Enem. A instituição, localizada no Bairro Santa Efigênia, teve aproveitamento de 37% na prova. O índice a coloca entre as três piores da região. A diretora da “Israel Niceus Pereira”, Zumira Zanini Engrácia, soube explicar a razão do desempenho fraco. “No ano passado não tínhamos o ensino médio regular. Somente alunos que cursam o EJA (Ensino de Jovens e Adultos) prestaram a prova”. Zumira afirmou que não há como negar que o EJA, o ensino supletivo, tem conteúdo limitado. “O ensino condensado do supletivo oferece, sem demérito algum, uma quantidade mínima de estudos, se comparado ao ensino regular”. A diretora da escola disse que, no supletivo, os três anos de conteúdo que compõem o ensino médio são ministrados em apenas um. Zumira espera que a partir deste ano a participação dos alunos regulares que a escola passou a ter ajude a modificar o desempenho da “Israel Niceus Pereira”. “Buscaremos corrigir as falhas com os alunos do supletivo que, ao prestar a prova, acreditaram neles mesmos. E, com a participação das classes de ensino médio regular, o aproveitamento melhorará com certeza”.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.