CARLITO PAES

Como lidar com as críticas

Por Carlito Paes | 03/02/2023 | Tempo de leitura: 3 min
Bacharel e Mestre em Teologia, pastor Líder da Igreja Batista da Cidade de São José dos Campos, autor de mais de 20 livros, palestrante sobre liderança

Geralmente ninguém lida bem com as críticas, contudo quando mais visibilidade você tiver, mas irá ter que lidar com elas, Cito aqui a frase do escritor irlandês Oscar Wilde: "Nos melhores dias da arte não existiam os críticos de arte." A grande questão é como vamos lidar com elas? Como retirar o melhor de cada uma delas?

Normalmente lidamos mal com críticas, gostamos delas quando se referem aos outros. Geralmente temos a tendência de autoproteção e defesa, o que não é de tudo ruim, pois em muitos casos, as críticas são unilaterais e maldosas e podem nos paralisar. É muito comum ser criticado e elogiado pelas mesmas pessoas, depende da posição que você se encontra na vida, em algumas profissões isto é ainda mais evidente, como no caso dos técnicos esportivos, pessoas públicas, como líderes e celebridades. Veja por exemplo Jesus: no denominado “Domingo de Ramos” Jesus foi recebido pelos judeus de Jerusalém com mantos e palmas pelas ruas da cidade; na sexta-feira da mesma semana foi acusado, preso e condenado pelo mesmo povo que preferiu soltar o criminoso Barrabás em seu lugar. Assim, com relação à crítica, não podemos absolutamente generalizar, não devemos absorver tudo ou rejeitar tudo, precisamos refletir quando lidamos com este assunto. Você precisa tratar o assunto com sabedoria e prudência, até porque como disse o músico finlandês Jean Sibelius "Não devemos dar demasiada atenção ao que os críticos dizem. Nunca foi erguida uma estátua em honra de um crítico"

E quando as críticas chegarem? Quando você deve ignorar? Você precisa discernir a situação, porque lamentavelmente muitas críticas são motivadas por questões de inveja e maledicência pessoal.  Muitos críticos não são inteligentes, são pequenos e mesquinhos. Às vezes o crítico é um anônimo e só está querendo utilizar-se de sua visibilidade e liderança para ganhar alguns minutos de exposição pública, isto acontece muito na mídia e nas redes sociais.  Existem pessoas que usam da crítica para se chegar a outros; isto é: atacam seu opositor gratuitamente para agradar você. Muito cuidado! Estas pessoas não são de confiança, elas não têm convicções e sim más intenções.

Quando devemos dar atenção para as críticas? Quando são feitas por pessoas que amam você; geralmente da sua família ou de círculos pessoais de amizade. Quando feitas por pessoas de caráter e motivação verdadeira e podem ser que não sejam pessoas tão próximas, todavia tem integridade e imparcialidade, são pessoas reais, comprometidas com o bem comum e tem uma história de responsabilidade social.  Quando feitas por pessoas com liderança sobre sua vida: pais, líderes espirituais, professores, patrões, gente que não têm motivação de lhe destruir e sim o ajudar. Dê atenção e honre essas pessoas. Quando feitas por especialistas nas áreas onde você está errando. Você não sabe tudo e uma virtude realmente aliada em nossa vida é a humildade, precisamos de coração aprendiz para continuar crescendo.

Escolha a quem você vai dar ouvido em sua vida. O escritor norte-americano Rick Warren disse: “Eu não sei o segredo do sucesso, mas a do fracasso é tentar agradar a todas as pessoas.”  Uma boa crítica, madura, sábia e positiva, se torna um conselho, e assim nos abençoa, corrige e empodera. Uma crítica negativa, cheia de inveja e ressentimentos, pode ser uma marreta para destruir seu ânimo, paixão e te tirar do foco. Tenha sabedoria e paciência para ouvir, é como comer peixe um com espinhos, tenha atenção e cuidado, jogue fora os espinhos, mas não jogue a carne fora.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do SAMPI

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.