SE NEGOU A REATAR

Mulher denuncia ex-marido por ameaça e agressão durante encontro

Por Fábio Estevam | Polícia
| Tempo de leitura: 2 min
JORNAL DE JUNDIAÍ

Uma mulher de 44 anos denunciou o ex-marido, de 52, por agressão e ameaça, após terem se encontrado para uma conversa, em uma praça no bairro onde moram, em Jundiaí - o nome do bairro não será divulgado, para preservação da identidade da vítima. De acordo com ela, o ex ficou furioso diante de sua recusa em reatar o relacionamento e passou a ameaçá-la. A filha da vítima, ainda segundo depoimento, interveio em favor da mãe e foi agredida. O suspeito foi detido e levado para o Plantão Policial, mas não foi preso em flagrante, por conta de versões contraditórias e pelo fato de que a vítima não quis que ele fosse preso.

Uma viatura da Guarda passava pelo bairro, quando foi interceptada pela mulher, dizendo que havia acabado de ser ameaçada pelo ex-marido, com quem tinha se encontrado em uma pracinha no bairro.

De acordo com sua versão, contada aos GMs e posteriormente na delegacia, durante a conversa o ex-marido propôs reatar o relacionamento e tentou convencê-la, mas, diante de sua negativa, ele ficou nervoso e passou a esbravejar e fazer ameaças. Sua filha quis defendê-la e foi agredida.

A mulher contou aos agentes onde estava o ex-marido naquele instante e os GMs foram ao local e o detiveram.

Todos foram conduzidos ao Plantão Policial, onde o suspeito contou que estava conversando com sua ex-companheira quando, de repente, uma mulher surgiu e lhe deu um soco. Sobre a acusação de agressão, ele negou.

Após ouvir as partes, o delegado Rodrigo Carvalhaes optou por não prendê-lo em flagrante, e justificou inclusive embasado em pedido da vítima. "Deixo de realizar a prisão em flagrante, pois as versões das partes são contraditórias e a vítima não possui lesão aparente. Ademais, ela demonstrou-se contrária à prisão do investigado, tornando, assim, suas declarações menos verossímeis. De qualquer modo, com o objetivo de preservar sua integridade física e psíquica, ela solicitou medida protetiva de urgência".

Comentários

Comentários