NESTE DOMINGO

Mulher de cerca de 60 anos morre após ser atropelada em Jundiaí

A suspeita do atropelamento, que parou para prestar socorro e acionou o Samu, contou que não teve tempo de frear

Por Fábio Estevam | 27/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
Polícia

DIVULGAÇÃO

O Samu atendeu a ocorrência, mas a vítima morreu ainda no local
O Samu atendeu a ocorrência, mas a vítima morreu ainda no local

Uma mulher ainda não identificada, aparentando ter cerca de 60 anos, foi atropelada e morta no final da tarde deste domingo (26), na rodovia Anhanguera, na região dos Cristais, em Jundiaí. A pessoa suspeita do atropelamento, também uma mulher, de 45 anos, parou para prestar socorro.

A Polícia Militar Rodoviária foi acionada para atender a ocorrência de atropelamento, sendo que ao chegar ao local, a vítima já havia sido dada como morta, por um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A suspeita do atropelamento passou pelo teste do bafômetro, que acusou negativo para a presença de álcool no sangue. Ela contou aos policiais que seguia no sentido capital -interior, quando subitamente a vítima saiu da lateral da pista e invadiu a via, não sendo possível frear - no local não há passarelas, viadutos, rebaixamento de muretas ou ponto de travessia.

Levada para a delegacia, ela foi qualificada como investigada e liberada pelo delegado Rodrigo Carvalhaes, uma vez que não foram encontrados elementos mínimos que comprovassem sua culpa. "Inclusive, parou para prestar socorro e chamou a ambulância", ressaltou o delegado.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.