COM DENGUE

Doente e de cama em Jundiaí, mulher é vítima de furto em Cabreúva

Os policiais localizaram a vítima, que está bastante doente, com dengue

Por Fábio Estevam | 4 dias atrás | Tempo de leitura: 1 min
Polícia

DIVULGAÇÃO

.
.

Dois homens foram presos por policiais militares, em flagrante, na tarde desta terça-feira (14), por furto praticado em uma chácara no bairro Cururu, em Cabreúva. Não havia ninguém no imóvel. A proprietária, porém, que mora em Jundiaí, foi localizada durante a apresentação da ocorrência, mas não pode comparecer à delegacia, por estar com dengue e acamada.

A PM recebeu informações de um furto em andamento em uma chácara e enviou duas equipes para o bairro, sendo os cabos Furtado e Fischer, e Manfio e Rony. Os agentes cercaram o local, mas os bandidos já haviam fugido. Com auxilio de um morador do bairro, eles colheram as informações das características dos criminosos e então saíram em patrulhamento para prendê-los.

Quando estavam pela avenida Norberto da Silveira, os agentes se depararam com dois homens com as características passadas pela testemunha, carregando um botijão de gás e um saco preto, com coisas dentro. Foi efetuava a abordagem e de imediato eles confessaram que haviam acabado de furtar a chácara.

De volta ao local do crime, foi confirmado que, além do botijão, os ladrões haviam furtado também fiação elétrica, de modo que ambos receberam voz de prisão e foram levados para a delegacia, onde foram presos em flagrante por furto qualificado.

Durante a apresentação da ocorrência os agentes conseguiram identificar e localizar a proprietária da chácara, que alegou não poder comparecer à delegacia uma vez que estava bastante doente, com dengue, e acamada.

Também durante o registro da ocorrência, a Polícia Civil identificou um dos presos como possível autor de uma série de furtos que estão ocorrendo na cidade, imputando a ele a responsabilidade criminal por todos os casos.

Ambos foram levados para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.