INUSITADO

Vítima bate em ladrão, convence ele de que é humilde, e tem o carro devolvido em Jundiaí

A história inusitada aconteceu na madrugada desta quinta-feira em Jundiaí; após isso, a vítima, também ferida, foi levada para o hospital

Por Fábio Estevam | 07/12/2023 | Tempo de leitura: 2 min
Polícia

JORNAL DE JUNDIAÍ

O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira e foi registrado no Plantão Policial
O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira e foi registrado no Plantão Policial

O final de um assalto ocorrido durante a madrugada desta quinta-feira (7), no bairro Vila Lacerda, em Jundiaí, terminou de forma inusitada, após a vítima conseguir convencer um dos ladrões, de que era pobre e necessitava do carro. Este, por sua vez, telefonou para seu comparsa, contando a história triste da vítima e o convencendo a devolver o veículo.

Era por volta de 1h quando dois homens com um simulacro de arma de fogo abordaram um morador da Vila Lacerda, no momento em que ele parava o carro na porta de casa para guardar na garagem. Logo após os assaltantes anunciarem o crime, a vítima, de 24 anos, entrou em luta corporal com um dos criminosos, sendo que, ao ver o comparsa apanhando, o outro entrou no carro da vítima e fugiu.

Um vizinho ouviu barulhos e saiu na rua, momento em que flagrou a luta e ajudou a vítima a conter o suspeito. A Guarda Municipal foi acionada e, enquanto era aguardada, o morador assaltado 'entrou na mente' do ladrão com quem acabara de lutar, contando que estava passando por dificuldades e precisava do carro. O homem detido se convenceu de que a vítima de fato vivia um mau momento e então ligou para seu comparsa (o que o abandonou), contando a ele a história triste e o convencendo a trazer de volta o veículo.

Não muito tempo depois o comparsa voltou com o carro e o abandonou nas proximidade do local do crime.

Com a chegada da GM o homem detido recebeu voz de prisão e foi conduzido ao Plantão Policial, onde o delegado Rodrigo Carvalhaes o prendeu em flagrante por roubo - o comparsa não foi localizado. Além disso, Carvalhaes também representou pela prisão preventiva do preso, justificando à Justiça com o fato de o crime ser revestido de crueldade e também de que ele já tem passagem criminal por roubo.

Já a vítima, que ficou ferida por conta da luta com o ladrão, foi socorrida ao hospital para cuidados médicos.

1 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Joel
    08/12/2023
    As pessoas de bem não aguentam mais esse tipo de coisa!