CONFUSÃO

Fechada no trânsito e ponta-pé no retrovisor viram caso de polícia em Jundiaí

A GM foi acionada, mas não conseguiu apaziguar os ânimos, sendo necessário levá-los para a delegacia

Por Fábio Estevam | 06/11/2023 | Tempo de leitura: 1 min
Polícia

JORNAL DE JUNDIAÍ

.
.

Uma possível fechada no trânsito e um ponta-pé no retrovisor evoluíram para confusão no semáforo, em Jundiaí, entre um motorista, de 53 anos, e um motociclista, de 27, e o caso será investigado pela Polícia Civil. A situação aconteceu neste fim de semana.

Ambos seguiam pela avenida Antônio Frederico Ozanan, no sentido bairro-centro, quando nas imediações do Roldão, houve um primeiro entrevero; o motorista do carro alega que deu seta avisando que trocaria de faixa, mas que ao ouvir o motociclista buzinando, desistiu da manobra. Porém, ele alega que o motociclista, ainda assim, emparelhou e chutou seu retrovisor. O motociclista, por sua vez, nega que tenha chutado ou percebido a manobra do motorista na pista.

De acordo informações do Boletim de Ocorrencia, o entrevero evoluiu para uma discussão em movimento, no trânsito, até que, no cruzamento da rua Doutor Torres Neves com a XV de Novembro, o motociclista parou no sinal vermelho. Na sequência, o motorista também parou e desceu, indo em direção ao motociclista. Houve bate-boca.

Em suas versões, o motociclista diz que foi agredido com um soco na cabeça. Já o motorista diz que apenas o segurou pelo capacete.

A Guarda Municipal foi acionada e tentou acalmar os ânimos, sem sucesso, motivo pelo qual encaminhou ambos ao Plantão Policial, onde o delegado Rodrigo Carvalhaes determinou a elaboração do Boletim de Ocorrência de contravenção penal (vias de fato) e dano.

2 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Joao
    06/11/2023
    E trânsito deve ser compartilhado e todos estamos sujeitos a algum imprevisto, porém Isso não deve se tornar um arma ou tragedia entre as pessoas. Pra isso existe a direção defensiva e se fazer se doido é que não viu, pra evitar uma discussão ou briga desnecessária...
  • Tati
    06/11/2023
    Uma coisa posso dizer: muitos motociclistas não respeitam nada... e tenho dito!