ABSURDO

Criminosos invadem casa, matam pai e atiram em criança de seis anos em Campinas

O homem foi executado e o filho, que estava próximo, começou a chorar e também foi atingido por dois disparos. Ninguém foi preso.

Por Thiago Rovêdo | 08/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min
Especial para Sampi Campinas

Thiago Rovêdo/Sampi Campinas

Caso foi registrado na 2ª Delegacia Seccional
Caso foi registrado na 2ª Delegacia Seccional

Um crime bárbaro aconteceu em Campinas na madrugada desta sexta-feira, 8. Um homem foi executado dentro da própria casa e seu filho de seis anos, que estava próximo, foi alvejado com dois tiros quando começou a chorar. O caso aconteceu no bairro Parque Universitário, na região do distrito do Ouro Verde.

Segundo testemunhas, a família estava dentro da sala da residência na Rua Aba por volta da 1h, quando houve um barulho na maçaneta e posteriormente um chute na porta que se abriu. Após aberta a porta, dois homens armados e encapuzados invadiram o local e foram em direção ao pai, identificado como Pedro Silva de Oliveira.

O homem tentou correr para um quarto em que a janela estava aberta, mas foi alvejado com dois tiros nas costas e depois que caiu, foi atingido por mais disparos. O filho de Pedro estava próximo, começou a chorar e foi atingido por dois tiros.

A mãe levou o filho até o Hospital Ouro Verde e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) fez a transferência para o Hospital PUC-Campinas. Os dois disparos acertaram a região do abdômen e a criança estava consciente quando foi internada.

O corpo do homem foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) e ainda não há previsão de velório e enterro. O caso foi registrado no plantão policial da 2ª Delegacia Seccional. 

Receba as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.