SEM LUZ

Produtores rurais de Bauru reclamam que estão há 72 horas sem energia elétrica

Eles já somam diversos protocolos junto à CPFL, que desde sexta-feira (1) não resolve o problema

Por Bruno Freitas | 04/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min

Carlos Padilha/Divulgação

Poste apresentou problemas na zona rural de Bauru
Poste apresentou problemas na zona rural de Bauru

Plantação sem irrigação elétrica, produção de ração parada e dificuldade para dar água ao gado. Essas são algumas das reclamações de produtores rurais de Bauru, que estão há 72 horas sem energia elétrica, nesta segunda-feira (4). Essas propriedades ficam localizadas às margens da rodovia Cezário José de Castilho (SP-321), a Bauru-Arealva.

A fazenda do produtor Carlos Padilha fica próxima ao quilômetro 351 da pista, onde a energia acabou na sexta-feira (1). Ele, por diversas vezes, acionou a CPFL Energia e anotou, até o momento em vão, diversos números de protocolo, sem que o problema fosse resolvido.

“Moro e produzo aqui há mais de 50 anos. Nunca o serviço de fornecimento de energia elétrica e manutenção foi tão ruim como agora. A CPFL caiu muito de qualidade nos últimos anos, principalmente após a mudança de gestão para o grupo chinês. É fato, não impressão ou leviandade. Houve, sim, redução drástica de equipe na CPFL, além de diminuição de carga horária e horas extras. E isso reflete neste serviço demorado e sem qualidade que recebemos”, reclama o produtor rural. Ao JCNET, ao apresentar à reportagem todos os registros de reclamações feitos desde sexta-feira.

A CPFL Paulista informa que equipes da companhia já atuaram no local mencionado, em Bauru, e realizaram os reparos necessários na rede para normalizar o fornecimento de energia aos clientes afetados. A distribuidora esclarece que a ocorrência foi pontual e que continua monitorando a rede elétrica deste trecho para executar ações preventivas, com foco na melhoria contínua do fornecimento de energia para a região.

Receba as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

3 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.

  • Marcos de Azevedo
    04/12/2023
    Na qualidade de produtor rural está difícil esta constância de falta de energia e a demora para o reparo da mesma. Muitos prejuízos pra todos nós do campo. Fazenda Sobradinho
  • JOAO ROBERTO DA COSTA
    04/12/2023
    Aracatuba não é diferente....e.os vereadores nen cobram da cpf este descaso com os consumidores
  • ADRIANO A S ANDRADE
    04/12/2023
    Com a privatização na era Bolsonaro, por Paulo Guedes, o resultado é o esperado. Deficiência no atendimento é um problema sério e só vai piorar. Urge a volta destas empresas elétricas para o Estado, pois do contrário as tarifas certamente ficarão mais caras e os serviços cairão em qualidade ainda mais, o privado somente vê o lucro e o povo só serve para pagar a conta.