Previdência

Meu benefício não foi depositado. O que fazer?

09/06/2024 | Tempo de leitura: 2 min

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem 39,5 milhões de beneficiários que recebem desde aposentadorias até auxílios concedidos decorrentes de algum fator que impeça que o segurado deixe de exercer sua profissão temporariamente. Em algumas situações, pode ocorrer o bloqueio do pagamento. Saiba o que fazer caso o benefício não seja depositado.

O primeiro passo é consultar o extrato de pagamento do benefício no aplicativo ou site Meu INSS para conferir o calendário de pagamento. Se a data estiver correta e não constar o depósito, estes são os possíveis casos que podem ocasionar o ocorrido:

- Erros cadastrais: No momento do cadastro no Meu INSS, é importante ficar atento e revisar todos os dados fornecidos para que estejam de acordo para que não haja problemas com o recebimento do benefício.

- Não atualização dos dados cadastrais e/ou bancários: É de extrema importância que o segurado mantenha seus dados sempre atualizados, como a inclusão e correção de nome, data de nascimento, telefone e e-mail e outras informações.

- Erros na documentação: Podem ocorrer no preenchimento do requerimento, no envio e/ou ausência de documentação.

- Benefício suspenso: Suspensão pode ocorrer por conta de uma série de motivos, como ausência de informações, documento ou dados, além da falta da perícia obrigatória.

- Benefício cancelado: Ocorre quando o segurado falece. No caso do benefício por incapacidade, quando o segurado retorna ao trabalho e também quando deixa de cumprir os requisitos para o recebimento do pagamento — por exemplo, quando o pensionista completa 21 anos.

- O benefício por incapacidade temporária é transformado em aposentadoria por incapacidade permanente: Quando isso ocorre, o número do benefício é modificado. O segurado deve entrar em contato com o INSS para obter o novo número e os dados bancários.

O que fazer caso o benefício não seja depositado
Ao comparecer no banco, caso seu pagamento não esteja disponível, consulte o extrato de pagamento no site ou aplicativo Meu INSS e verifique a situação do pagamento, se o banco está correto, a data para recebimento, bem como se consta algum bloqueio de pagamento ou mensagem de suspensão ou cessação do benefício.

Havendo o bloqueio, se a validade do pagamento já estiver expirada, ou se o benefício constar como suspenso ou cessado, deverá ser solicitado no Meu INSS o serviço “Solicitar Emissão de Pagamento não Recebido”. Caso necessite de mais esclarecimentos, basta entrar em contato com o INSS através do telefone 135.

E, se feito os procedimentos acima não tiver solução, é aconselhável que procure um advogado especialista em direito previdenciário.

Se tiver dúvidas ou quiser enviar sugestões sobre assuntos para a coluna, acesse o site www.eduardocanola.com.br

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.