RELIGIÃO

Croácia

Por Padre Charles Borg | 09/06/2024 | Tempo de leitura: 2 min
Especial para a Folha da Região

Ao leste estão as alpes Dináricos! Ao oeste desenha-se a vasta costa Adriática. Emerge a pitoresca Croácia. As exuberantes paisagens se complementam com a espontânea alegria e educada cortesia da população local. A numerosa presença de crianças indica uma civilização feliz, esperançosa, marcada por princípios religiosos tradicionais. Andando por várias cidades do país, chama atenção a numerosa presença de igrejas, frequentadas por fiéis de todas as idades. A arquitetura das igrejas é predominantemente sóbria, austera quase. Tive a oportunidade de visitar algumas comunidades, participando inclusive de celebrações litúrgicas, com igrejas repletas de gente, famílias inclusive, acompanhadas decrianças. O evidente bem-estar da população se manifesta pela limpeza. A Croácia é um país exemplarmente limpo.

Na conhecida cidade de Split, o imperador Diocletiano, notório como o mais implacável e cruel perseguidor de cristãos, mandou construir, em meados do século III, um imponente palácio, literalmente a beira mar. Com a derrocada do império romano, o espaço foi logo ocupado por cristãos que cuidavam de “purificar” o local, construindo a catedral, dedicada apropriadamente a São Domnius, o reverenciado bispo local, vítima do cruento imperador.A residência oficial do imperador foi transformada na principal edificação religiosa. Outro templo dedicado a divindade romana foi modificado para abrigar o batistério. Seu formato de piscina fechada acena para o batismo de imersão, comum nos primeiros séculos da era cristã. É possível, no entanto, apreciar vários setores originais, que deixam transparecer a opulência da edificação original.

A extensa, e fascinante, faixa litorânea do país é um convite aberto para conhecer diversas pequenas cidades que oferecem abrigo aos inúmeros veleiros que navegam pelos mares Adriático e Mediterrâneo. Zadar pode ser considerada a mais ilustre entre essas cidades, especialmente pelas reminiscências venezianas ali guardadas. A poderosa e influente dinastia veneziana utilizou-se dalocalização privilegiada da península para estabelecer valioso entreposto para suas embarcações mercantis. Atualmente, os visitantes apreciam restos arqueológicos do Forum romano, a igreja dedicada a São Lourenço, construída justamente em cima de um antigo templo pagão, como também os imponentes portões venezianos nas muralhas da cidade. Imperdível é o folclórico órgão marítimo na orla conhecida como a saudação ao Sol. O movimento das ondas ativa tubos enterrados debaixo do pavimento emitindo sons de órgão. Na calçada, representações do sistema solar, alimentados com painéis solares, brilham durante a noite, aguardando o nascer do sol. Engenhosa criação que atrai e encanta o turista! Completam o passeio pelo país, os exuberantes parques aquáticos com seus lagos e numerosas quedas de águas que encantam e extasiam.


 Padre Charles Borg é vigário-geral da Diocese de Araçatuba.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.