CRISE HÍDRICA

Estabelecimento é autuado pelo DAE por furto de água em Bauru

Um boletim de ocorrência (BO) também foi registrado para a apuração de eventual crime

Por Lilian Grasiela | 23/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Samantha Ciuffa/Arquivo JC

Segundo o DAE, hidrômetro havia sido travado propositalmente
Segundo o DAE, hidrômetro havia sido travado propositalmente

Em meio à crise hídrica enfrentada por Bauru, na manhã desta quinta-feira (23), um estabelecimento de prestação de serviços na zona sul da cidade foi multado pelo Departamento de Água e Esgoto (DAE) por furto de água. Um boletim de ocorrência também foi registrado para a apuração de eventual crime.

A autarquia verificou que não havia registro de consumo de água nos meses de abril e maio, mesmo com a ligação de água ativa, e com o estabelecimento em funcionamento. Na manhã desta quinta, uma equipe foi até o local para checar a situação.

Durante as diligências, de acordo com informações do DAE, os servidores foram impedidos de entrar no imóvel para verificar o hidrômetro e acionaram a Polícia Militar (PM), que constatou que o equipamento havia sido travado propositalmente.

Além do registro de um boletim de ocorrência (BO) pela PM por furto de água, o estabelecimento foi autuado pela autarquia e teve o fornecimento de água cortado.

Segundo o DAE, em setembro de 2023, durante campanha de substituição de hidrômetros antigos na região, a autarquia já havia constatado a violação do lacre no mesmo endereço, com o mesmo dispositivo instalado. Na ocasião, o hidrômetro foi trocado e a situação foi regularizada.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

1 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Tati
    24/05/2024
    O duro, que pagamos estes furtos de água! Tudo é dividido entre todos os consumidores.