POLÍTICA

'O futuro a Deus pertence', diz Datena ao se filiar ao PSDB, seu 11º partido

O apresentador havia se filiado ao PSB em dezembro para ser vice na chapa de Tabata, que agora tem a perspectiva de trocar a chapa pura por uma coligação

Por Carolina Linhares e Joelmir Tavares | 04/04/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Folhapress

Reprodução/Instagram @datenareal

José Luiz Datena fez uma troca amigável entre PSB e PSDB
José Luiz Datena fez uma troca amigável entre PSB e PSDB

O apresentador José Luiz Datena se filiou ao PSDB, na manhã desta quinta-feira (4), em um evento que teve a presença da pré-candidata a prefeita Tabata Amaral (PSB), e disse que o movimento se trata apenas de "coligação partidária", indicando que será vice na chapa da deputada.

Ao mesmo tempo, emendou que "o futuro a Deus pertence". Ele entra em sua 11ª legenda, numa troca amigável do PSB para o PSDB, e já desistiu de concorrer na última hora em quatro eleições.

Já o PSDB, por sua vez, passou a mensagem de que a candidatura própria à prefeitura não está descartada - risco que o PSB topou assumir. O PSDB também é cortejado por Kim Kataguiri (União Brasil) que ofereceu a vice ao partido e pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB), que ainda pretende insistir na aliança com a sigla, apesar de a direção municipal tucana ter descartado essa possibilidade.

A decisão final ficará para julho, época das convenções partidárias. "O Datena agora tem condições de disputar o que for importante para que a gente alcance a vitória", afirmou o presidente municipal do PSDB, o ex-senador José Aníbal.

Ao responder à imprensa, Datena e Aníbal evitaram ser categóricos sobre o futuro do apresentador. Datena havia se filiado ao PSB em dezembro para ser vice na chapa de Tabata, que agora tem a perspectiva de trocar a chapa pura por uma coligação, o que agrega recursos e tempo de propaganda na TV.

Em seu discurso, Tabata também enfatizou a realização da coligação. "O PSB abre mão de um dos seus maiores quadros, mas faz isso com o coração tranquilo. [...] A gente sabe que esse é um movimento coletivo, e é só por isso que a gente deixou."

Tabata afirmou reconhecer o que o PSDB fez por São Paulo nos últimos anos. "Reconheço a trajetória, o tamanho e os quadros do PSDB. Que a gente esteja sempre junto, sempre dialogando, em prol não de cargo e conchavo, mas em prol de uma cidade."

O evento de filiação foi esvaziado do ponto de vista de líderes tucanos - o presidente nacional Marconi Perillo e o presidente estadual Paulo Serra não estiveram presentes. Perillo enviou uma mensagem de boas vindas a Datena e disse que não pôde comparecer em função de entrevistas na TV.

Já figuras do PSB, como o deputado estadual Caio França, foram ao ato. Também estava presente o ex-secretário municipal e ex-presidente do PSDB na capital Orlando Faria, que migrou para a pré-campanha de Tabata.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.