BENEFÍCIO

BENEFÍCIO

'Bolsa Esporte' pode beneficiar até 60 atletas com R$ 589; Câmara vota projeto nesta 4ª

'Bolsa Esporte' pode beneficiar até 60 atletas com R$ 589; Câmara vota projeto nesta 4ª

A expectativa é de que o projeto seja aprovado por unanimidade, durante sessão nesta quarta-feira, 24.

A expectativa é de que o projeto seja aprovado por unanimidade, durante sessão nesta quarta-feira, 24.

Por Higor Goulart | 4 dias atrás | Tempo de leitura: 1 min
Especial para a Sampi Campinas

Por Higor Goulart
Especial para a Sampi Campinas

4 dias atrás - Tempo de leitura: 1 min

Divulgação/Câmara

Votação acontece nesta quarta-feira, 24, durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Campinas

A Câmara Municipal de Campinas vota, nesta quarta-feira, 24, em análise final, o Projeto de Lei que cria o Bolsa Esporte Municipal. O programa prevê benefícios a atletas, paratletas, técnicos e guias paradesportivos. A proposta, de autoria do Executivo, estabelece uma verba de R$ 537,6 mil.

A expectativa é de que o PL seja aprovado por unanimidade, como foi a análise inicial, na semana passada.

“Esse projeto é muito importante, pois irá possibilitar tanto que atletas iniciantes, como outros que não são de ponta, sejam beneficiados e possam se dedicar ao esporte”, defendeu o vereador Gustavo Petta (PCdoB).

Se aprovado, o programa pretende conceder bolsas de até R$ 589,17 a 60 atletas/paratletas em formação, R$ 1.515,02 a três guias e R$ 2.356,70 a três técnicos.

Conforme o projeto, serão selecionados aqueles que participam de “competição de âmbito de estadual indicada pela respectiva entidade regional de administração do desporto ou competição dentro do Estado/Nacional, promovida por ligas e/ou entidades de desenvolvimento do desporto”.

Os benefícios são limitados ainda a até oito ‘bolsas-atleta’, duas ‘bolsas-técnico’ e duas ‘bolsas-guia’ por modalidade.

A seleção ficará sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Esportes e Diretoria de Esportes de Campinas.

A Câmara Municipal de Campinas vota, nesta quarta-feira, 24, em análise final, o Projeto de Lei que cria o Bolsa Esporte Municipal. O programa prevê benefícios a atletas, paratletas, técnicos e guias paradesportivos. A proposta, de autoria do Executivo, estabelece uma verba de R$ 537,6 mil.

A expectativa é de que o PL seja aprovado por unanimidade, como foi a análise inicial, na semana passada.

“Esse projeto é muito importante, pois irá possibilitar tanto que atletas iniciantes, como outros que não são de ponta, sejam beneficiados e possam se dedicar ao esporte”, defendeu o vereador Gustavo Petta (PCdoB).

Se aprovado, o programa pretende conceder bolsas de até R$ 589,17 a 60 atletas/paratletas em formação, R$ 1.515,02 a três guias e R$ 2.356,70 a três técnicos.

Conforme o projeto, serão selecionados aqueles que participam de “competição de âmbito de estadual indicada pela respectiva entidade regional de administração do desporto ou competição dentro do Estado/Nacional, promovida por ligas e/ou entidades de desenvolvimento do desporto”.

Os benefícios são limitados ainda a até oito ‘bolsas-atleta’, duas ‘bolsas-técnico’ e duas ‘bolsas-guia’ por modalidade.

A seleção ficará sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Esportes e Diretoria de Esportes de Campinas.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.