PARALISAÇÃO

Bauru: Grupo de servidores em greve chega ao 4.º dia de vigília

Cerca de 11 funcionários públicos participam do acampamento, que foi montado na quarta-feira (8)

Por André Fleury Moraes | 12/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Divulgação

Acampamento dos servidores
Acampamento dos servidores

Um grupo de servidores municipais seguiu em vígilia neste final de se semana em frente ao Palácio das Cerejeiras, sede da Prefeitura de Bauru, em protesto que se estende à greve deflagrada na última terça-feira (7) na esteira da campanha pelo reajuste salarial - que ainda não foi concedido neste ano.

Cerca de 11 funcionários públicos participam do acampamento, que foi montado na quarta-feira (8) às 20h45. A greve, por sua vez, reúne milhares - o Sindicato dos Servidores calcula pelo menos 1.800 adesões.

A prefeitura, enquanto isso, diz ter registrado cerca de 670. Mas admite que a contabilidade não é completa e que faltam os registros de professores de escolas da educação infantil. A categoria do magistério majoritariamente compõe o público da paralisação, afirmam interlocutores do Sinsem.

Na sexta (10), o governo ajuizou uma ação no Tribunal de Justiça de São Paulo pedindo que declare a ilegalidade da greve e o retorno de 100% do efetivo paralisado. A medida veio quatro dias depois de a própria administração afirmar que entendia os motivos da reação dos servidores.

Receba as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

4 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • LUÍS ROBERTO ROMERO
    13/05/2024
    Adeus Suéllen, acordem crentes.
  • Hugo
    13/05/2024
    Eu só defenderia o DAE se ele realmente funcionasse. Desse jeito, o negócio é privatizar mesmo, o mais rápido possível! Bauru precisa de água!
  • Celso
    13/05/2024
    O DAE que não faz manutenções preventivas em suas bombas, sempre nos surpreendendo assustadoramente toda semana c uma interrupção diferente? Vcs tinham ê q ter vergonha do DAE ser de vcs como está na plaquinha da foto! Deixam muitas pessoas sem água sem aviso prévio, só por falta de manutenção preventiva e planos de contingência e mitigação. Isso é uma vergonha que se arrasta há décadas! Não dá mais!
  • Reinaldo Silva Dos Santos
    13/05/2024
    os verdadeiros culpados são os vereadores, não respeitão os prazos, basta fazer a votação que acaba essa novela, seja aprovado ou não