Um portal afiliado à rede

29 de março de 2023

SHOW DE JAZZ

SHOW DE JAZZ

'Jazz em Paris' traz a experiência da música francesa a Bauru

'Jazz em Paris' traz a experiência da música francesa a Bauru

O jazz parisiense é uma variação europeia do famoso estilo americano

O jazz parisiense é uma variação europeia do famoso estilo americano

Por Guilherme Matos, especial para o JC | 03/03/2023 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Por Guilherme Matos, especial para o JC
da Redação

03/03/2023 - Tempo de leitura: 1 min

Divulgação

Cat’s Jazz: Thiago Ortigosa (voz, violão, gaita e violoncelo), Carol Munhoz (voz), Marco Zambom (violão e voz) e Tábata Giglioli (violino)

O show "Jazz em Paris" vai trazer a experiência do "Gipsy Jazz" para os palcos bauruenses. O estilo consiste em uma variação francesa do conhecido jazz americano, o "pai" de diversos outros estilos, como o hip hop e o rock. O show será nesta sexta-feira (3), às 20h, e vai contar com duas horas de apresentação de um repertório repleto de músicas francesas e clássicos do jazz americano. De acordo com a organização do evento, mais de 200 ingressos já foram vendidos.

A banda Cat's Jazz vai comandar este espetáculo em sua estreia no palco do Alameda Rodoserv Center. Serão quatro músicos embalando a plateia, usando violões, gaita, banjo, violino e, claro, suas vozes.

GIPSY JAZZ OU JAZZ CIGANO

Em entrevista ao JC, o músico Thiago Ortigosa contou sobre a banda e o "Gipsy Jazz", que será a "trilha sonora" desta sexta-feira.

Thiago explica que o jazz parisiense se diferencia do americano, principalmente, pelos instrumentos utilizados. Enquanto os estadunidenses usavam o trompete, o contrabaixo, a bateria e o piano, os franceses preferiam os instrumentos de corda, como violões, violinos, acordeons e baixos acústicos.

O "patrono" do estilo é Django Reinhardt, considerado um dos melhores guitarristas da história. O músico nasceu na Bélgica em uma família cigana (Gipsy em inglês), mas foi em Paris, na década de 30, que fundou o "Quintette du Hot Club de France" e desenvolveu a variação parisiense do jazz.

SERVIÇO

O evento será no Alameda Rodoserv Center, localizado na rua Luís Levorato, 1-55. Os ingressos podem ser adquiridos no site http://www.bilheteriadigital.com, no local do show ou no Espaço Musical Thiago Ortigosa, na rua Militino Martins, 6-75.

O show "Jazz em Paris" vai trazer a experiência do "Gipsy Jazz" para os palcos bauruenses. O estilo consiste em uma variação francesa do conhecido jazz americano, o "pai" de diversos outros estilos, como o hip hop e o rock. O show será nesta sexta-feira (3), às 20h, e vai contar com duas horas de apresentação de um repertório repleto de músicas francesas e clássicos do jazz americano. De acordo com a organização do evento, mais de 200 ingressos já foram vendidos.

A banda Cat's Jazz vai comandar este espetáculo em sua estreia no palco do Alameda Rodoserv Center. Serão quatro músicos embalando a plateia, usando violões, gaita, banjo, violino e, claro, suas vozes.

GIPSY JAZZ OU JAZZ CIGANO

Em entrevista ao JC, o músico Thiago Ortigosa contou sobre a banda e o "Gipsy Jazz", que será a "trilha sonora" desta sexta-feira.

Thiago explica que o jazz parisiense se diferencia do americano, principalmente, pelos instrumentos utilizados. Enquanto os estadunidenses usavam o trompete, o contrabaixo, a bateria e o piano, os franceses preferiam os instrumentos de corda, como violões, violinos, acordeons e baixos acústicos.

O "patrono" do estilo é Django Reinhardt, considerado um dos melhores guitarristas da história. O músico nasceu na Bélgica em uma família cigana (Gipsy em inglês), mas foi em Paris, na década de 30, que fundou o "Quintette du Hot Club de France" e desenvolveu a variação parisiense do jazz.

SERVIÇO

O evento será no Alameda Rodoserv Center, localizado na rua Luís Levorato, 1-55. Os ingressos podem ser adquiridos no site http://www.bilheteriadigital.com, no local do show ou no Espaço Musical Thiago Ortigosa, na rua Militino Martins, 6-75.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.