EM ALERTA

Novas chuvas afetam mais de 70 cidades no Rio Grande do Sul

Por Carlos Villela | da Folhapress
| Tempo de leitura: 2 min
Luciano Lanes/ PMPA
Em Porto Alegre, três comportas do sistema de proteção contra cheias serão fechadas preventivamente
Em Porto Alegre, três comportas do sistema de proteção contra cheias serão fechadas preventivamente

Ao menos 74 cidades do Rio Grande do Sul informaram algum transtorno por causa da chuva desde o fim de semana até a manhã desta segunda-feira (24), segundo a Defesa Civil gaúcha. Em Porto Alegre, três comportas do sistema de proteção contra cheias serão fechadas preventivamente. O nível do Guaíba atingiu 3,39 metros às 9h15 na régua instalada próxima à Usina do Gasômetro, na orla da capital.

O nível estava 2 cm abaixo do registrado às 6h15. A cota de alerta é de 3,15 metros e a de inundação é 3,60 metros. Segundo o Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgotos), o fechamento ocorre pela cheia dos afluentes do Guaíba e a ação do vento sul que represa as águas do lago.

A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) informou que há bloqueios nas avenidas Guaíba e Pinheiro Machado, na zona sul da capital, por acúmulo de água na pista.

Na zona norte, a queda de energia na Estação de Bombeamento (Ebat) Carlos Gomes durante a manhã colocou os bairros Bom Jesus, Petrópolis, Três Figueiras e Chácara das Pedras em alerta para a falta de água. O Dmae informa que aguarda a concessionária do sistema para fazer a religação.

Na cidade de Guaíba, a 32 km de Porto Alegre, a Defesa Civil municipal divulgou alerta durante a madrugada para que as pessoas que se encontram em áreas de alagamento procurem locais seguros ou o abrigo localizado no ginásio do Coelhão. O órgão monitora a situação.

Mais de 10 mil imóveis foram atingidos pela inundação ocorrida na cidade no início de maio, durante o fenômeno climático extremo no Rio Grande do Sul. O município de quase 93 mil habitantes foi inundado pela cheia do lago Guaíba e o transbordamento do rio Jacuí. Segundo o governo estadual, 22.768 habitantes (24,5% da população) foram diretamente atingidos pelas enchentes.

Em Eldorado do Sul, o rio Jacuí estava em 4,63 metros às 6h, caindo 6 cm desde a última medição à meia-noite, e abaixo do nível de alerta de 5 metros.

O rio ficou próximo da cota de inundação de 6 metros com as chuvas que atingiram o estado na semana passada, chegando a 5,5 metros na última quarta-feira (19), e baixando desde então. O Jacuí está em alerta de inundação a partir de Cachoeira do Sul, na região dos vales, até as 19h desta segunda.

Eldorado do Sul foi a cidade que sofreu o maior impacto das cheias no Rio Grande do Sul: 80,8% de sua população foi afetada. Há um alerta do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) para ventos intensos de até 60 km/h e queda de granizo até as 15h desta segunda-feira no norte gaúcho e no sul de Santa Catarina.

Comentários

Comentários