INTIMIDADE

Ex de ator acusado de canibalismo diz que ele 'cruzava linha do aceitável' na cama

Brittany disse que 'Hammer foi sincero com relação ao seu canibalismo', mas que teria dito que o consumo de carne humana é 'um ciclo concluído' na vida dele.

25/01/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Folhapress

Reprodução/Gage Skidmore/Flickr

Em maio do ano passado, o ator foi inocentado das acusações de assédio sexual pela promotoria de Los Angeles.
Em maio do ano passado, o ator foi inocentado das acusações de assédio sexual pela promotoria de Los Angeles.

Em entrevista ao This is the Worst Podcast, a comediante Brittany Schmitt, que recentemente teve um romance com Armie Hammer, disse que o ator teria confidenciado a ela ser um canibal.

O ator foi acusado em 2021 por uma mulher, que não se identificou, de abusos físicos durante um relacionamento de quatro anos. Ela disse que foi violentada em 2017. Outras mulheres se manifestaram nas redes sociais na época, com acusações que chegavam a canibalismo e fetiches sexuais como o BDSM para acusar o ator de abusos físicos e emocionais.

Ao podcast, Brittany disse que "Hammer foi sincero com relação ao seu canibalismo", mas que teria dito que o consumo de carne humana é "um ciclo concluído" na vida dele.

Também revelou que no relacionamento entre eles, Hammer chegou a "cruzar a linha do aceitável" na cama, mas que se ela pedisse para ele parar, era atendida.

Em maio do ano passado, o ator foi inocentado das acusações de assédio sexual pela promotoria de Los Angeles. O órgão decidiu suspender o processo, após a polícia da cidade não reunir provas suficientes que provassem a ocorrência de um estupro.

Conforme a promotoria, a conclusão também deriva da complexidade do relacionamento e a inabilidade de comprovar uma relação sexual forçada e não consensual.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.