COLUNISTA

Confira a coluna do Du Mauad: Roland Garros tem um novo campeão!

10/06/2024 | Tempo de leitura: 6 min

Carlos Alcaraz vence Zverev e conquista o Grand Slam no saibro...

                          
          
Roland Garros tem um novo campeão. Um campeão com todo o mérito. Carlos Alcaraz venceu ontem a final do Aberto da França, superando Alexander Zverev por 3 sets a 2, com parciais de 6/3, 2/6, 5/7, 6/1 e 6/2 e conquistando o Grand Slam no saibro francês pela primeira vez na sua carreira. O título faz com que o espanhol entre em um seleto grupo de tenistas que conquistaram títulos de Grand Slam de simples masculino nas três superfícies diferentes em que são jogados os torneios: na quadra dura (Alcaraz venceu o US Open em 2022), na grama (ao conquistar Wimbledon em 2023) e agora, no saibro de Paris. Além dele, apenas outros seis conseguiram tal feito: Rafael Nadal, Mats Wilander, Jimmy Connors, Roger Federer, Novak Djokovic e Andre Agassi...

Alcaraz é o mais jovem a conquistar esse feito, com apenas 21 anos. A marca anterior pertencia a Rafael Nadal, que tinha 22 e sete meses quando venceu o Australian Open (também em quadra dura) no ano de 2009, após vencer Roland Garros (2005) e Wimbledon (2008). E os recordes não param por aí. Carlos Alcaraz também se tornou o tenista mais jovem a conquistar três torneios de Grand Slam, superando Jimmy Connors, que tinha alcançado a façanha aos 22 anos e 7 dias...

Por sua vez, Zverev perde sua segunda final de Grand Slam na carreira - a outra foi no US Open 2020, quando caiu diante do austríaco Dominic Thiem depois de também estar vencendo a final por 2 sets a 0. Era uma final com ligeiro favoritismo pro espanhol. Porém durante o jogo, ambos alternaram bons e maus momentos, o que levou a partida pra ser decidida no 5º set. No set decisivo, Alcaraz saiu na frente, segurou o placar, salvou break points e conquistou de forma brilhante mais um Grand Slam. Carlos Alcaraz parece, sem dúvida, o tenista que pode chegar mais perto dos feitos do famoso “Big 3”. Joga muito o Carlitos...

Deu a lógica no feminino...


                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               A final do torneio feminino de Roland Garros disputada no último sábado (dia 8) foi um verdadeiro atropelo. Iga Swiatek simplesmente passeou em quadra e venceu a italiana Paolini por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, conquistando o Aberto da França pela quarta vez em cinco anos. A número 1 do mundo alcançou o seu quinto título de Grand Slam com apenas 23 anos. Além dos 4 Roland Garros, Swiatek também venceu a edição de 2022 do US Open...

A incontestável melhor jogadora da atualidade derrotou na final da edição de 2024 do maior torneio de saibro do mundo a italiana Jasmine Paolini (que irá entrar no top 10 no dia de hoje pela primeira vez), estreante em finais de Grand Slam. Paolini até começou melhor a decisão e foi a primeira a conquistar uma quebra no terceiro game, mas a partir daí foi completamente dominada e só ganhou mais um game. Swiatek controlou todos os aspectos do jogo, ultrapassando a rival em potência e qualidade como tantas vezes tem feito ao longo dos últimos anos neste torneio. Iga, campeã de Madrid e Roma também em 2024, fecha a temporada de saibro com 19 vitórias consecutivas e 21 triunfos seguidos em Paris. Ela ainda voltará a Paris este ano para os Jogos Olímpicos, em busca do ouro pra Polônia...

Franca perto do título do NBB...

                                                  
                   
O Franca superou o Flamengo por 81 a 73, no sábado (8), no Ginásio Pedrocão, em Franca (SP) e ficou a uma vitória do tricampeonato consecutivo do Novo Basquete Brasil (NBB). O jogo foi muito equilibrado, mas no final a equipe da casa levou a melhor e voltará pro Rio de Janeiro em busca de um triunfo fora de casa pra conquistar o título. O cestinha da partida foi o ala-pivô Gabriel Jaú, do Rubro-Negro, com 19 pontos. Do lado francano, Lucas Dias anotou 18 pontos, seguido do pivô Wesley, com 16...

O jogo 4 que pode decidir o título acontece na quinta-feira (13), às 17h10, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Pro Franca basta mais uma vitória. O Flamengo precisa vencer pra levar a decisão pro 5º e decisivo jogo, também com mando da equipe carioca...

A crise sem fim do Corinthians...

                  

Nunca se viu uma crise tão grande nos lados do Parque São Jorge. A sensação de falta de comando é nítida. A perda do patrocinador máster se soma a uma sucessão de trapalhadas da gestão de Augusto Melo em menos de seis meses. E olha que o fim desse contrato de patrocínio é só a ponta de um iceberg que esconde problemas ainda maiores no explosivo campo minado dos bastidores corintianos. Nunca foi tranqüila a parte política e de bastidores no Timão. Desde os tempos de Vicente Matheus. Ou até antes disso...

Encerrando uma dinastia de 16 anos no poder da chapa Renovação e Transparência, a antiga gestão, sob o comando de Duílio Monteiro Alves, deixou várias bombas armadas para seus sucessores. E, ao menos até aqui, Augusto Melo tem se mostrado incapaz de desativá-las, a ponto de afundar o pé em cada uma delas com admirável incompetência. Não bastasse ter perdido o ídolo Cássio (que se transferiu pro Cruzeiro), o atual Presidente agora está prestes a perder também o goleiro Carlos Miguel, que assumiu a posição e tem propostas de clubes da Inglaterra. Em janeiro, a multa rescisória do goleiro de 25 anos caiu de 50 milhões para 4 milhões de euros (menos de 25 milhões de reais), em acordo amarrado pela diretoria anterior...

Em mais um descuido imperdoável da gestão Augusto Melo, o clube promoveu o jogador a titular e não reformulou o contrato. Muito juvenil! Por um erro semelhante, o Corinthians perdeu o zagueiro Lucas Veríssimo no início do ano. Melo tem exposto o Corinthians a diversos vexames institucionais e mudanças bruscas de rota. São 7 Diretorias “vagas” nesse momento. No meio dessa turbulência toda, amanhã o time entra em campo. Pra fugir da zona de rebaixamento, o Corinthians vai até Goiânia, enfrentar o Atlético Goianiense no Antônio Accioly, às 19h. Um resultado ruim pode criar um clima insustentável. “Que faseeee tá o Corinthians”...

Momento Maguila

Crédito: Bruno Freitas/Noroeste

O SALVE de hoje vai pros “craques” que participaram do jogo festivo entre os ‘Amigos do Donizete’ e os ‘Amigos do Edson Mariano’ (equipe que veio de Ribeirão Preto). Um grande abraço pro Marcio, Anderson, Aldrei, Zetti, Zorzeto, João Henrique, Gutão, Liminha, Kal, Delton, Gilmar, Marciel, Marquinho, Godô, Edson, Joaquim, Le Alvarez, Jader, Jorge, Fabio, Bia, Carlão Flipper e pro Donizete. O jogo terminou 0 a 0, mas com uma ampla superioridade do time do “Doni”, que desperdiçou inúmeras chances claras de gol. Do lado do time de Ribeirão, destaque pro Edson Mariano e pro Guina.

Assista as entrevistas e se INSCREVA no DU MAUAD Sports no Youtube

Contato: @dumauadsports (Instagram)     dumauadesportes@gmail.com

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do SAMPI

Receba as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.