COMPETIÇÃO

São Sebastião recebe 200 surfistas em torneio que revela campeões

Torneio é grande vitrine do surfe, com ex-participantes como o surfista olímpico e tricampeão mundial Gabriel Medina e Adriano de Souza, também campeão

Por Da redação | 21/05/2024 | Tempo de leitura: 3 min
São José dos Campos

Reprodução / Litoral em Pauta

Competição está marcada para de 7 a 9 de junho
Competição está marcada para de 7 a 9 de junho

Após oito anos, a Praia da Baleia, em São Sebastião, volta a receber um dos eventos mais aguardados do circuito de categorias de base do Brasil e que dará o start na definição do ranking paulista de categorias de base em 2024.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp.

Trata-se da primeira etapa do Hang Loose Surf Attack, marcada para o período de 7 a 9 de junho e com uma variedade ampla de estilos de surfistas, unindo culturas de todo país.

Apresentado pela EDP, o Hang Loose Surf Attack atrai não apenas atletas talentosos de São Paulo, mas também competidores de várias partes do Brasil. Mais de 200 surfistas estão confirmados para participar desta etapa inaugural, representando diferentes estados brasileiros, como São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Bahia.

“Após muito tempo retornamos com o Hang Loose Surf Attack na Praia da Baleia”, disse Zé Paulo, presidente da SPSurf  (Federação de Surf do Estado de São Paulo), organizador do evento. “Além das competições acirradas que teremos dentro d’água, o evento também será uma oportunidade para os surfistas se conectarem, trocarem experiências e celebrarem a diversidade que torna nosso esporte tão especial com outros atletas de diversas partes do Brasil”.

Com seus 36 anos de existência, os campeonatos Hang Loose Surf Attack são procurados por jovens surfistas de todo o Brasil, e também do mundo. Desde 1988, os eventos criam condições para atletas correrem atrás de seus sonhos e muitos chegam ao CT. Este é um grande marco do visionário Alfio há mais de 30 anos.

“Estamos comprometidos em promover o intercâmbio esportivo e a diversidade cultural através do surfe”, disse o proprietário da Hang Loose, Alfio Lagnado. “Estamos orgulhosos em patrocinar há anos este evento que reúne talentos de diferentes partes do Brasil”.

O Hang Loose Surf Attack sempre foi uma grande vitrine. Nomes como o do surfista olímpico e tricampeão mundial Gabriel Medina, Adriano de Souza, também campeão mundial de surf, e do Filipe Toledo, bicampeão mundial da modalidade, tiveram visibilidades no Hang Loose Surf Attack.

PREMIAÇÃO

Em todas as três etapas, além dos prêmios, os finalistas de todas as categorias, do 1º ao 4º lugares, receberão premiações em dinheiro no valor de R$ 1.100 para os campeões e R$ 550 (segundo), R$ 330 (terceiro) e R$ 220 (quarto). Além de blocos de prancha Keahana, protetor solar Suntech e pulseiras Power Balance, parafinas Manga Wax, Kits e troféus de plásticos recolhidos da Praia de Camburi, produzidos pelo Projeto SIRI.

A etapa também reserva R$1.000 dividido entre os vencedores do Manga Wax Air Show e Manga Wax Girls Best Trick – melhor Manobra Feminino – (R$500 cada). E o Giga + Best Performance com mais R$ 1000 que premia a maior nota alcançada por atleta do masculino e feminino (R$ 500 cada).

Neste ano também acontecerá mais uma edição da Copa São Paulo de Surf. O título de campeã está atualmente com a cidade de Praia Grande, vencedora em 2023.

Fonte: Litoral em Pauta

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.