CRIME BÁRBARO

Mulher que cortou o pênis do marido é condenada em Atibaia

Daiane dos Santos Farias cortou o órgão do companheiro, tirou foto, jogou na privada e deu descarga

Por Leandro Vaz | 3 dias atrás | Tempo de leitura: 1 min
São José dos Campos
Da redação

Um crime bárbaro que chocou o país teve um desfecho na Justiça, nesta quinta-feira (16). A mulher que cortou o pênis do marido, após descobrir uma traição, foi condenada a quatro anos e oito meses de prisão. O caso aconteceu em Atibaia. A condenação aconteceu por lesão corporal grave.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp. 

Daiane dos Santos Farias cortou o órgão do companheiro, tirou foto, jogou na privada e deu descarga.

Roberta Chiappeta de Moraes Barros, a juíza do caso, determinou cumprimento da pena em regime fecha. Daiane já está presa. A juíza, em sua decisão, afirmou que se tratou de um crime grave, de forma premeditada e com requintes de crueldade. A ré teria demonstrado frieza, de forma traiçoeira e dissimulada.

Para a magistrada, Daiana ainda teve como agravante prendido a mão do companheiro no momento do crime, o que impossibilitaria qualquer tipo de ação. A ação de jogar o pênis no vaso e dar descarga foi visto como uma impossibilidade de reimplante.

O CRIME 

O crime movimentou a cidade de Atibaia. A criminosa se entregou à Polícia na madrugada de 22 de dezembro do ano passado e confessou ter cortado o pênis do marido. O caso se deu no bairro Cerejeiras 3.

Em depoimento à Polícia, Daiane afirmou que descobriu que o marido havia a traído no dia do seu aniversário. Como ficou irritada, esperou ele chegar em casa, iniciou uma relação sexual e cortou o órgão.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.