FUNCIONALISMO

Câmara aprova projeto de reajuste de 4% para servidores da Prefeitura de Taubaté

Medida será válida a partir de abril; com o reajuste, o gasto adicional da Prefeitura com a folha de pagamento nos últimos nove meses do ano será de R$ 26,5 milhões

Por Julio Codazzi | 02/04/2024 | Tempo de leitura: 1 min
Taubaté

Divulgação/PMT

Palácio do Bom Conselho, sede da Prefeitura de Taubaté
Palácio do Bom Conselho, sede da Prefeitura de Taubaté

A Câmara de Taubaté aprovou nessa terça-feira (2), por unanimidade e em duas votações, o projeto que prevê reajuste salarial de 4% para os servidores da Prefeitura. A proposta seguirá para sanção do prefeito José Saud (PP), autor do texto.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp

O percentual, segundo a administração municipal, é referente à inflação de janeiro a dezembro de 2023, que pelo IPC-Fipe foi de 3,15%, além de 0,85% de ganho real - na revisão de 2023, no entanto, embora a inflação de 2022 tenha sido de 7,32%, o índice proposto foi de 7%.

Segundo o projeto, o reajuste será válido a partir de 1º de abril. Devido às restrições da legislação eleitoral, o texto precisará ser sancionado pelo prefeito até o dia 7 de abril.

IMPACTO.
Sem o reajuste, a despesa com pessoal da Prefeitura esse ano seria de R$ 663,9 milhões. Com o reajuste, será de R$ 690,4 milhões.

Ou seja, com o reajuste, o gasto adicional da Prefeitura com a folha de pagamento nos últimos nove meses do ano será de R$ 26,5 milhões.

Para 2025, com o reajuste, a administração municipal prevê despesa de R$ 703,7 milhões com o funcionalismo.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.