VOLUNTÁRIO

Médico do ES gravou vídeo antes de morrer no RS; ASSISTA

Um dia depois de sua chegada ao Sul, Leandro foi encontrado morto num abrigo em São Leopoldo. A clínica em que ele trabalhava informou que o médico foi vítima de mal súbito.

14/05/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Folhapress

Reprodução/@leandromedice/Instagram

'O Sul está precisando da gente', disse o médico no vídeo publicado.
'O Sul está precisando da gente', disse o médico no vídeo publicado.

Leandro Medice, que teve um mal súbito enquanto atuava como voluntário no Rio Grande do Sul, compartilhou vídeos falando sobre o desejo em ajudar as vítimas das chuvas.

Leia também: Voluntários viram braço do Estado nos resgates em enchentes no RS

Um dia depois de sua chegada ao Sul, Leandro foi encontrado morto num abrigo em São Leopoldo. Numa postagem no Instagram, a clínica onde ele trabalhava informou que Leandro foi vítima de mal súbito.

No vídeo, Medice aparecia dizendo estar "ansioso" para ajudar e que partiria para sua primeira missão humanitária. "Hoje estou fazendo uma coisa diferente: pela primeira vez, vou partir para uma missão humanitária. O Sul está precisando da gente."

"Então, saí um pouco da rotina, do nosso conforto de consultório. A cirurgia acabou agora pouco, a gente já emendou nessa missão. São 4h da manhã agora. A gente está indo para lá ajudar os nossos irmãos que estão precisando", relatou. A gravação foi publicada por ele nas redes sociais.

Médico afirmou que iria tentar informar sobre a situação do estado pelas redes sociais. "Eu vou tentar passar para vocês aqui a real situação que está acontecendo lá, até mesmo para a gente conseguir juntar mais forças para ajudar o pessoal, que está precisando em meio a essa catástrofe no Sul. Assim que eu conseguir, eu mostro tudo que está acontecendo e vamos juntos nessa missão. Conto com a oração de vocês para a gente juntar forças e ajudar o máximo de vidas que a gente conseguir".

Leandro fez parte do corpo clínico do Hospital Evangélico de Vila Velha por nove anos, de 2012 a 2021. "Ele atuou no hospital como médico intensivista na unidade de terapia intensiva (UTI). A direção do HEVV ressalta que Dr. Leandro Medice sempre foi uma pessoa muito querida pelos colegas de trabalho e um profissional exemplar durante os anos em que atuou no hospital. A direção lamenta, profundamente, a morte súbita do médico", diz nota enviada pelo hospital.

O médico chegou a São Leopoldo no domingo (12). O cardiologista postou um vídeo durante a viagem informando que tinha parado no Aeroporto de Navegantes para abastecimento da aeronave e continuaria o trajeto em seguida. "Agora que está chegando mais perto, estou ficando mais ansioso", contou.

O abrigo em que Leandro atuou reunia cerca de 1.300 pessoas. Muitos idosos, crianças e pessoas com condições crônicas estão no local, onde recebem atendimento médico, de enfermagem e farmacêutico.

Governador do RS lamentou a morte de Leandro. No X, Eduardo Leite (PSDB) escreveu que "a morte de um voluntário que veio ao Rio Grande do Sul para ajudar no atendimento às vítimas da tragédia nos deixa profundamente entristecidos".

"Meus sentimentos aos familiares e amigos do Leandro. Meu abraço a todos os voluntários, de todos lugares do Brasil, que deixaram suas casas para vir ao Rio Grande do Sul ajudar a nossa população", disse Eduardo Leite, governador do RS.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.