INVESTIGAÇÃO

Motorista morre após ter casa atacada por crianças em São José; família quer justiça

Irmã suspeita que uma faixa do Corinthians na porta do imóvel possa ter causado a ‘fúria’ dos menores

Por Leandro Vaz | 10/04/2024 | Tempo de leitura: 3 min
São José dos Campos
Da redação

Benedito Márcio Prado morreu após a casa ser atacada
Benedito Márcio Prado morreu após a casa ser atacada

A morte de um motorista de 59 anos, morador do bairro Jardim Imperial, na região sul de São José dos Campos, além do luto, tem deixado uma família sem respostas. Benedito Márcio Prado morreu, segundo contou a irmã Edna Prada, após menores apedrejarem a porta da casa dele.

Ela suspeita que uma faixa do Corinthians na porta do imóvel possa ter causado a ‘fúria’ dos adolescentes. “É a única explicação que a gente tem nesse momento. Os horários coincidem com o fim do jogo do Palmeiras, no domingo”, disse em entrevista a OVALE. Arquirrival do Corinthians, o Palmeiras foi campeão paulista na noite de domingo, contra o Santos.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp. 

Corintiano, Benedito ostentava o símbolo do time na porta de casa. As suspeitas de Edna e dos irmãos começaram quando chegaram à casa dele e o encontraram morto. A porta da casa estava tomada por objetos, como pedras e vidros. “A causa da morte não foi definida ainda. Mas a gente acredita, até com base no que o Samu disse, que ele tenha sofrido um infarto”, disse a irmã.

Sem entender os motivos da casa toda bagunçada, Edna e os parentes de Benedito foram atrás de explicações e conseguiram imagens de uma câmera de segurança de uma casa. Nas imagens é possível ver que, às 20h58, cinco garotos aparecem. A casa é de esquina. Até 21h04, os menores permanecem na porta.

Eles atravessam a rua e voltam. Sobem numa espécie de portão e ficam andando na frente do imóvel. Eles só saem quando o carro de um vizinho aparece saindo da garagem. “A gente acredita que eles estavam jogando pedras”, disse Edna.

Com um problema no coração, Benedito já havia sido operado. Ele estava afastado do trabalho há dois anos e morava sozinho. “Ele me mandou mensagem às 21h06 pedindo ajuda”, disse Edna. O horário é dois minutos após os menores saírem da porta da casa dele.

Em um curto áudio enviado à irmã, Benedito diz, com a voz trêmula. “Ô fia, eu tô mal. Vem...”, e o áudio termina. “Eu não estava com o celular e só vi depois”, conta Edna. Às 22h38, ela respondeu a Benedito com uma ligação de voz não atendida por ele. Três minutos depois ela pergunta se ele melhorou. Também sem reposta.

Ainda na noite do domingo, por volta das 23h, uma sobrinha de Benedito foi até a casa do tio. Em boletim de ocorrência registrado no 3º Distrito Policial, a família explicou como encontrou o parente já morto. “Rafaela (sobrinha) foi até a residência da vítima, resolveu pular pela janela e viu seu tio deitado ao sofá, já sem vida”, diz o documento.

Ainda segundo o registro da ocorrência, vizinhos foram chamados e observaram os cacos de vidro e pedras no quintal. Segundo eles, no momento em que os meninos atravessavam as ruas eles iam atrás de pedras em um campo de futebol na frente da casa e jogavam contra o imóvel.

“Talvez eles (menores) tenham provocado e meu irmão tenha dito algo que motivou o vandalismo”, disse Edna.

Benedito foi enterrado na tarde de segunda-feira (8), no cemitério do Jardim Morumbi, em São José dos Campos.

Segundo o 3º Distrito Policial, a ocorrência será investigada e os menores deverão ser identificados.

DIA SEGUINTE 

No dia seguinte, por volta de 13h21, um novo vídeo, desta vez mais nítido, mostra o mesmo grupo de garotos jogando pedras e forçando o portão da casa de Benedito, que estava sendo velado. A câmera também registra áudio e um vizinho grita com o grupo. “Não pode ficar jogando pedra aí não. Eu tô vendo vocês...”. Depois disso, os menores viram a esquina e vão embora.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

8 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Luiz F. Pietroluongo
    14/04/2024
    Com certeza, filhos de cidadãos de bem: Deus, pátria, família e liberdade (de ofender, ameaçar , agredir e até matar quem pensa diferente deles).
  • Heb Lopes Lara
    14/04/2024
    Há necessidade URGENTE de rever o ECA-Estatuto da criança e adolescente. Eles só têm Direitos, Deveres nenhum. Senhores políticos, salvem nosso futuro.
  • Nara
    13/04/2024
    Todos sabemos que o crime ficará impune. As \"crianças\" contam com a proteção dos esquerdistas, que não medem esforços para levar o país ao caus. Agora, para piorar tudo, e não por acaso, temos um presidente celebrado nos presídios de todo o país. Hoje mesmo, o ser vetou o PL da saidinha, para proteger os \"diretos dos manos\". Só Deus por nós...
  • Joguinho Melo
    12/04/2024
    Depois que o Brasil se tornou terra de ninguém, onde governantes incentivam a delinquência, liberaram o porte de armas,menores não podem trabalhar , mas pode matar.Vai esperar oque?
  • Edna
    11/04/2024
    Eu diria que são delinquentes, se são assim agora imagina quando tiverem adultos, o que serão né, pais eduque seus filhos hoje pará se tornarem verdadeiros e honestos homens. Muito triste tudo isso mano.
  • Sidney Krauss Júnior
    11/04/2024
    Estamos no começo do fim dos tempos e os trevosos se manifestam cada vez mais. A política odiosa que estamos vivendo está entrando na mente até das crianças, e não apenas na mente dos desinformados e desprovidos de discernimento. Tudo tende a piorar. Que Deus conforte a família.
  • Sores
    11/04/2024
    Crianças???? ou delinquentes infratores???? ou futuros bandidos???
  • Paulo Gonçalves
    10/04/2024
    A JUVENTUDE DE HOJE PERDEU O RUMO E O NEXO ENTRE O QUE PODE E NÃO PODE. LEIS FRACAS, PAIS AUSENTES, INFELIZMENTE O PREÇO A SER PAGO NUM FUTURO PRÓXIMO SERÁ EXORBITANTE. MEUS SENTIMENTOS A FAMÍLIA.