Presa quadrilha de golpistas engravatados

Três bandidos com vasta ficha criminal foram presos pela Polícia Militar de Franca ontem. Eles são acusados de aplicar golpes em clientes de agências bancárias do Cent

05/08/2006 | Tempo de leitura: 2 min

Observados pelo agente policial Paulo Nascimento, os três homens, todos de São Paulo, aguardam a hora de prestar depoimento no 1º DP: foram indiciados por estelionato e formação de quadrilha
Observados pelo agente policial Paulo Nascimento, os três homens, todos de São Paulo, aguardam a hora de prestar depoimento no 1º DP: foram indiciados por estelionato e formação de quadrilha
Três bandidos com vasta ficha criminal foram presos pela Polícia Militar de Franca ontem. Eles são acusados de aplicar golpes em clientes de agências bancárias do Centro e foram detidos quando tentavam fugir. Um deles se escondeu dentro da Igreja Matriz, em pleno horário de missa, mas acabou descoberto. Bem vestidos e usando gravatas, os três homens se faziam passar por funcionários dos bancos e ofereciam ajuda a idosos para sacarem dinheiro. Só ontem, três mulheres revelaram ter caído na lábia do trio e perdido R$ 1,5 mil. Graças à ação eficiente da PM, tiveram a sorte de recuperar o dinheiro. Segundo as vítimas, os acusados se aproximavam dos clientes, diziam que trabalhavam no banco e se colocavam à disposição para ajudar. Como os idosos não sabiam operar os caixas eletrônicos, entregavam seus cartões com as respectivas senhas para os homens. Eles pediam para as vítimas aguardarem, seguiam até as máquinas e sacavam todo o dinheiro. Depois, voltavam e diziam que o sistema estava fora do ar e que era preciso esperar um pouco. Agiram e aplicaram golpes no Unibanco e no Mercantil. O golpe só foi descoberto quando uma pensionista “ajudada” pelos supostos funcionários se dirigiu novamente ao caixa em busca do pagamento e foi informada de que o dinheiro havia sido sacado momentos antes. Imediatamente, a mulher seguiu até a Base Comunitária Móvel da PM, estacionada na área central, prestou queixa e forneceu as características das pessoas que a haviam abordado na agência. A sorte, aliada à competência do soldado Menezes, foi decisiva para o desfecho do caso. O policial ainda atendia a vítima quando avistou os suspeitos atravessando a Rua Monsenhor Rosa. Correu atrás deles e pediu apoio. Para dificultar a prisão, os três homens se dividiram durante a fuga. Mário Magno de Souza, 30, entrou na Catedral, mas foi seguido e preso pelo PM. Luiz Carlos de Carvalho, 28, e Rubens Pereira de Souza, 58, foram detidos por outra equipe, ainda no Centro, quando tentavam fugir em um Fiesta prata. Um quarto indivíduo, que lhes dava cobertura, conseguiu escapar. Havia a suspeita de que ele teria pego um ônibus. Informada da ocorrência, a Polícia Rodoviária deteve um suspeito dentro de um ônibus em Brodowski e o recambiou para Franca. Por coincidência, ele tinha o mesmo nome e as características do marginal que fugiu, mas comprovou que não tinha nada a ver com o crime e foi liberado em seguida. Os três homens foram autuados em flagrante pelo delegado Luiz Carlos Almeida Souza pelos crimes de formação de quadrilha e estelionato, sendo recolhidos à cadeia do Jardim Guanabara.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.