Motoqueiro bate em poste e morre

O sapateiro Wellington Rodrigues Alves de Souza, 23, morador no Jardim Brasil, morreu na tarde deste domingo, vítima de um acidente de trânsito.

04/07/2006 | Tempo de leitura: 1 min

O sapateiro Wellington Rodrigues Alves de Souza (no destaque) é atendido pelos soldados do Resgate após chocar a moto que pilotava contra um poste na Av. Hugo Betarello. Ele morreu poucas horas depois
O sapateiro Wellington Rodrigues Alves de Souza (no destaque) é atendido pelos soldados do Resgate após chocar a moto que pilotava contra um poste na Av. Hugo Betarello. Ele morreu poucas horas depois
O sapateiro Wellington Rodrigues Alves de Souza, 23, morador no Jardim Brasil, morreu na tarde deste domingo, vítima de um acidente de trânsito. Ele pilotava uma motocicleta, pela Avenida Hugo Betarello, quando perdeu o controle e bateu em um poste de iluminação pública. O sapateiro foi socorrido para a Santa Casa, onde morreu horas depois. Segundo testemunhas, Wellington Rodrigues fazia o trajeto no sentido Bairro Santa Cruz/Jardim Brasil, quando, por motivos ainda a serem apurados, bateu violentamente contra o poste. Com o impacto, ele sofreu múltiplas fraturas. Populares também informaram à polícia que o rapaz estaria em alta velocidade. “Esta pode ter sido uma das razões que o levaram a perder o controle do veículo, mas vamos apurar através do inquérito que iremos instaurar. Algumas testemunhas foram qualificadas e deverão ser chamadas”, disse o delegado Marcelo Rodrigues do 4º Distrito Policial. O acidente aconteceu próximo a residência do sapateiro, por volta das 16 horas de domingo. A vítima saiu de um churrasco, do qual participava, com destino a casa dele, na Rua Antônio Carlos Garcia, no Jardim Brasil. A motocicleta que ele conduzia, uma Honda Twister, de cor prata, era emprestada de um amigo. A moto ficou parcialmente danificada, sendo removida do local por um guincho. O sapateiro sofreu diversas fraturas e foi socorrido pela unidade de resgate dos Bombeiros. “Ele estava bastante machucado. Houve hemorragia interna e também um corte profundo na virilha, além de fratura no fêmur. Nós o socorremos com vida para a Santa Casa, mas seu estado era muito grave, com poucas chances de sobreviver”, disse o Cabo Miranda, dos Bombeiros. Wellington Rodrigues Alves de Souza era solteiro e foi sepultado no final da tarde de ontem no cemitério Santo Agostinho.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.